Newsletter Newsletter RSS RSS

Unesc entra em recesso e retorna atividades em janeiro

Unesc entra em recesso e retorna atividades em janeiro
Nesta sexta-feira o atendimento ocorre apenas no período matutino (Foto: Arquivo) Mais imagens

A Unesc entra em recesso a partir desta sexta-feira (22/12), com atendimento apenas no período matutino, até as 12 horas, retomando as atividades no dia 2 de janeiro de 2018. A Centac (Central de Atendimento ao Acadêmico) e o Iparque estarão em pleno funcionamento até às 17 horas desta sexta-feira (22/12).

Durante o primeiro mês do ano, a maioria dos setores funcionará das 13 às 19 horas. As aulas dos cursos de graduação do primeiro semestre de 2018 iniciam no dia 19 de fevereiro.

A exceção durante o recesso será no Iparque (Parque Científico e Tecnológico), que não realizará atendimentos no dia 30 de dezembro de 2017 e no dia 1º de janeiro de 2018, mas funcionará normalmente de 26 a 29 de dezembro de 2017, e a partir de 2 de janeiro de 2018, das 8 às 17 horas.

A Biblioteca Professor Eurico Back segue o mesmo calendário da Universidade e ficará fechada a partir desta sexta-feira até o dia 1 de janeiro de 2018, voltando a atender em 2 de janeiro, das 13 às 19 horas, sem abrir aos sábados.

As Clínicas Integradas também estarão de recesso até o dia 1 de janeiro, assim como a UJC (Unidade Judiciária de Cooperação), que engloba as Casas da Cidadania e o PAC (Posto de Atendimento e Conciliação).

A Unesc volta a funcionar normalmente, nos três períodos, a partir do dia 30 de janeiro.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Lima 22 de dezembro de 2017 às 09:20
Compartilhar Comente

Grupos de pesquisa selecionam artigos para compor e-book

Grupos de pesquisa selecionam artigos para compor e-book
Obra sobre geoprocessamento aplicado à análise de ambiente estará disponível no ambiente virtual Mais imagens

Os Grupos de Pesquisa em Biodiversidade, Conservação e Ecologia Funcional de Ecossistemas Florestais e Costeiros; Ecologia de Paisagem e de Vertebrados; e Planejamento e Gestão Territorial/PGT juntamente com o Labeco (Laboratório de Ecologia de Paisagem e de Vertebrados) e o Laboratório de Planejamento e Gestão Territorial estão selecionando artigos para compor o e-book da obra “Geoprocessamento Aplicado à Análise de Ambiente”. A submissão de artigos deve ser feita até 28 de fevereiro de 2018.

A obra é organizada pelos professores da Unesc Jader Lima Pereira, Jori Ramos Pereira, Jairo José Zocche e Nilzo Ivo Ladwig, e conta com o apoio do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais), Grupos de Pesquisas Aplicadas em Meio Ambiente, Arqueologia e Gestão compartilhada do Território, o Setor de Projetos Ambientais do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc) e o Centro de Cartografia e Engenharia da Universidade.

Mais informações

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 21 de dezembro de 2017 às 15:44
Compartilhar Comente

Geólogo da Unesc participa da tradução de um clássico sobre hidrogeologia mundial

Geólogo da Unesc participa da tradução de um clássico sobre hidrogeologia mundial
Águas subterrâneas são o assunto principal do livro (Foto: Divulgação) Mais imagens

O geólogo Gustavo Simão, colaborador do Setor de Projetos Ambientais do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc, participou de um projeto de tradução do livro “Groundwater”, de R. Allan Freeze e John A. Cherry, o maior clássico de hidrogeologia mundial. A tradução ocorreu em ‘crowd sourcing’, em mutirão, com a participação de mais de 200 voluntários. O livro “Água Subterrânea” foi finalizado em pouco mais de dois meses.

O livro foi publicado originalmente em 1979 e vendeu mais de 500 mil cópias em todo o mundo e é usado até hoje. A tradução para o português foi a primeira a ser finalizada. “Essa publicação é a origem de um grande projeto mundial de ensino de hidrogeologia de forma gratuita pela internet. Mais de 80 novos capítulos estão sendo produzidos por um grupo dos maiores nomes mundiais da área, liderados por John Cherry. Além de vídeo-aulas e outros produtos”, comentou Simão.

Segundo o geólogo, com o avanço cada dia maior do comprometimento da qualidade das águas superficiais, em concomitância a uma demanda crescente por água de qualidade para consumo humano, as águas subterrâneas têm cada dia mais se tornado as garantidoras do abastecimento. “Este trabalho é um marco deste grandioso projeto e contribuirá muito para estudos, pesquisas e serviços na área ambiental nacional e internacional”, ressaltou.

O livro na versão em português está acessível para download gratuito no site do Instituto Água Sustentável (clique aqui)

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 20 de dezembro de 2017 às 19:26
Compartilhar Comente

Unesc desenvolve projeto junto a empresa de Goiás e ganha prêmio nacional

Unesc desenvolve projeto junto a empresa de Goiás e ganha prêmio nacional
Projeto abrange transferência e disseminação de tecnologia e inovação (Foto: Divulgação) Mais imagens

Uma proposta inovadora para um mercado sofisticado. Foi por meio deste pensamento que a empresa Cerâmica Estrela, de Goiás, iniciou um trabalho junto a Unesc. Desta parceria nasceu um novo conceito de telha, criado em duas etapas, por meio do design do produto e pelo desenvolvimento do material. Após o lançamento, o projeto foi inscrito no Prêmio Melhores Práticas em APLs de Base Mineral 2017, e levou o bronze.

O novo produto já está no mercado. “Ele permite utilizar menos telhas por metro quadrado, possui uma aparência mais linear, com uma qualidade de argila controlada. A forma também é mais limpa, evitando deformações onde o Design permitiu contemporizar seus diferenciais qualitativos”, comentou o coordenador do curso de Design de Produtos da Unesc, João Rieth, que participou do projeto.

O projeto foi dividido em duas frentes de trabalho, a parte de Design de Produto, com o professor Rieth e pelo material, que contou com professor Agenor de Nori, coordenador adjunto do curso de Engenharia Química. “Foi feito um estudo das propriedades das matérias-primas e seu desempenho no processo. Os objetivos da empresa eram ousados para uma telha de base argilosa produzida em processo convencional. O proprietário expos a sua necessidade e foi elaborada uma proposta de prestação de serviço através do IDT (Instituto de Engenharia e Tecnologia do IParque (Parque Científico e Tecnológico).”, comentou

O Prêmio


O Prêmio Melhores Práticas é uma iniciativa da RedeAPLmineral, que visa reconhecer anualmente as práticas inéditas realizadas no âmbito da cadeia produtiva do setor mineral. A ação abrange áreas de pesquisa mineral, extração, beneficiamento, transformação mineral e comercialização dos produtos. O prêmio também é apoiado pelos Ministérios de Minas Energia e de Ciência, Tecnologia e Inovação e também pelo Centro de Tecnologia Mineral.

Segundo Rieth, a oportunidade mostra que a Unesc está pronta para atender esse tipo de necessidade. “Esta é uma forma de estimular práticas que envolvem fatores econômicos e sociais. A Unesc tem esta capacidade, de criar projetos que necessitem de pesquisas aplicadas para o seu desenvolvimento”, comentou.

O professor Agenor, ressaltou a importância de participações em iniciativas como essa para a Unesc, como Universidade Comunitária. “Este projeto e premiação demonstram o potencial técnico e humano disponíveis na Universidade para atender as demandas locais de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Nosso nome viajou até Goiás em virtude do trabalho de excelência que é desenvolvido aqui”, afirmou. 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 14 de dezembro de 2017 às 19:50
Compartilhar Comente

Visita cantada leva espírito natalino ao Iparque

Visita cantada leva espírito natalino ao Iparque
Dez funcionários vestidos a caráter cantaram e alegraram a tarde no local (Foto: Divulgação) Mais imagens

Uma visita cantada levou o espirito do natal aos colaboradores do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc). A ação, que faz parte das comemorações natalinas da Universidade, ocorreu na tarde desta terça-feira (5/12) e levou um grupo de funcionários aos setores do Iparque para cantar músicas com mensagens de alegria, união e amor.

Participaram da atividade um grupo de dez funcionários, vestidos a caráter, com o objetivo de propagar a alegria do Natal aos colegas de trabalho.

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Asessoria de Imprensa 06 de dezembro de 2017 às 12:09
Compartilhar Comente