Editora

Unesc organiza e-book com experiências e impressões sobre a Covid-19

Unesc organiza e-book com experiências e impressões sobre a Covid-19
Livro digital foi organizado por professores do Mestrado em Saúde Coletiva da Universidade (Foto: Divulgação) Mais imagens

A Unesc está na reta final dos trabalhos do e-book “Interfaces da Covid-19”, uma obra que contará com a contribuição de mais de 60 autores, entre professores e estudantes da Universidade. Organizado por docentes do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGSCol), o livro digital vai trazer os fatos, cenas e impressões sociais sobre a pandemia do novo coronavírus, traduzidos em textos dissertativos e poéticos e fotos e deve ser lançado no final de outubro.

Os trabalhos para o e-book foram selecionados por meio de uma chamada temática, em um edital organizado pelos professores do PPGSCol, Luciane Bisognin Ceretta, Cristiane Damiani Tomasi e Jacks Soratto. A seleção foi realizada “às cegas” por pareceristas externos, apreciada pelo PPGSCol e ratificada pelo Conselho Editorial da Editora Unesc.

Segundo Soratto, o e-book contará com 49 textos e 17 fotografias que expressam concepções, experiências e arte, apresentadas com criticidade e sensibilidade as situações do cotidiano, deixando mais nítido as movimentações que aconteceram no campo teórico, acadêmico, social e político desse “novo normal”.

Para Cristiane, a característica multifatorial da pandemia nos convida a apresentar olhares multifacetados. “Os escritos e as imagens traduzem as dificuldades encontradas para manutenção da vida e superação da condição isolante que boa parte da população mundial vivenciou e está vivenciando, mas também reportam a capacidade de reinvenção daquilo que outrora nunca foi modificado”, afirma.

Confira os autores selecionados 

Milena Nandi – Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

15 de setembro de 2020 às 14:25
Compartilhar Comente

Livro lançado com contribuição da Editora Unesc aponta processos e mecanismos tributários brasileiros que causam desigualdades

Livro lançado com contribuição da Editora Unesc aponta processos e mecanismos tributários brasileiros que causam desigualdades
Obra foi escrita pelo doutor em Desenvolvimento Econômico Juliano Giassi Goularti Mais imagens

Desigualdades tributária, social, de renda e outros mecanismos transformaram o Brasil em um paraíso fiscal para os mais ricos. Este é o pensamento trazido pelo doutor em Desenvolvimento Econômico Juliano Giassi Goularti, na obra “Política fiscal e desoneração tributária no Brasil”, com lançamento marcado para sexta-feira (7/8). Com os carimbos da Editora Insular e da Editora Unesc, o trabalho será apresentado online.

Conforme o autor, donos de grande capital e a elite de profissionais de alta renda são favorecidos quando o assunto são os impostos sobre bens e serviços, deixando a maior parte da contribuição para aqueles menos favorecidos.

Ao longo da obra, Goularti destaca aspectos como o pobre consumir o que ganha para sobreviver, e pagar proporcionalmente mais impostos do que o rico. A explicação fica ainda evidente quando é analisado o Imposto de Renda desses indivíduos, dos assalariados, de 5 mil reais e donos de fortunas milionárias. O proprietário do maior capital logo leva vantagens sobre lucros e dividendos, assim como os profissionais que vendem serviços como pessoas jurídicas. O mesmo ocorre com as isenções fiscais e tributárias.

Para participar do lançamento e dialogar com o autor, os interessados podem acessar o evento via Google Meet. Clique aqui

Conheça Goulart

Autor e coautor de diversas obras, Giassi Goularti é doutor em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), membro da APEC (Associação de Pesquisadores em Economia Catarinense), do CEDE (Centro de Estudos de Desenvolvimento Econômico) do Instituto de Economia da UNICAMP e da ABPHE (Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica).

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

04 de agosto de 2020 às 13:13
Compartilhar Comente

Livro publicado pela EdiUnesc levará história do projeto Geoparque para dez mil crianças

Livro publicado pela EdiUnesc levará história do projeto Geoparque para dez mil crianças
Material em formato de quadrinhos, intitulado “Turma do Geoparquito em: sonhando com um Geoparque no Sul do Brasil”, foi lançado oficialmente nesta sexta-feira (28/2) (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Em um livro em forma de quadrinhos, ilustrado, colorido, de linguagem acessível e muito atrativo, a Unesc e o Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul levarão a história do projeto Geoparque para dez mil crianças da rede pública de ensino nos sete municípios que compõe o grupo. O material, intitulado “Turma do Geoparquito em: sonhando com um Geoparque no Sul do Brasil”, foi lançado de forma oficial nesta sexta-feira (28/2) no auditório da Prefeitura de Praia Grande na presença de autoridades e professores com a assinatura do termo de cooperação entre a Unesc e o consórcio para ações educacionais em torno no projeto.

A autoria da história, cheia de informação científica contada de forma acessível, é dos professores Nilzo Ivo Ladwig (Laboratório de Planejamento e Gestão Territorial) e Juliano Bitencourt Campos (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCA), da Unesc, e de Jucélia Tramontin Dalpiás, professora da rede estadual de ensino de Praia Grande. Já a ilustração do material ficou por conta do acadêmico do curso de Artes Visuais da Unesc, Eduardo Pioner Peixoto. O objetivo dos estudiosos ao preparar o material ao longo de três anos foi apresentar para as crianças e, logo, suas famílias, o Projeto “Geoparque Caminho dos Cânions do Sul” e enaltecer a sua importância para a região e para o país, fazendo com que a própria região reconheça e se orgulhe do patrimônio que possui.

A viabilização da publicação que evidencia todos esses recursos por meio da EdiUnesc, conforme o coordenador do eixo de educação do projeto Geoparque, Fabiano Souza, é o primeiro passo de tudo aquilo que é vislumbrado para o futuro. “Vamos fazer de tudo para que a gente consiga cada vez mais levar o projeto adiante através do Geoparquito. É ele que vai nos acompanhar nesta jornada e, esperamos, em outras que estão por vir”, acrescenta. O lançamento do gibi faz parte do movimento de consolidação da região como ponto turístico e para o reconhecimento do local como o segundo geoparque pela Unesco.

Conforme Juliano, um dos autores que também atua como coordenador do Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz (LAPIS), a ação feita em parceria traz benefícios para o Consórcio, para a região e para a Universidade, que se aproxima ainda mais da região e divide sua expertise em prol do desenvolvimento local.

Representando a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o editor-chefe da EdiUnesc, Dimas de Oliveira Estevam, agradeceu a parceria com o Consócio em prol do projeto Geoparque. “A gestão da Universidade tem o propósito de aproximar a Instituição da comunidade e esse é mais uma ação que tem esse objetivo. Ao colaborar com a região, oferecendo informação e conscientização, a Universidade colabora para o fortalecimento do projeto e sua consolidação perante os moradores dos municípios, atores fundamentais em todo o processo”, completou.

Os municípios que fazem parte do projeto são Jacinto Machado, Morro Grande, Praia Grande, Timbé do Sul, em Santa Catarina, e Cambará do Sul, Mampituba e Torres, no Rio Grande do Sul. Prefeitos, secretários de educação e representantes estiveram na solenidade e receberam simbolicamente edições do gibi que serão encaminhadas para todas as crianças da rede pública dentro dos projetos de ensino de cada uma das séries.

A obra está disponível para download gratuito na página da EdiUnesc. O objetivo é que o conteúdo seja compartilhado ao maior número de pessoas possível, divulgando, assim, as riquezas do projeto Geoparque.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

28 de fevereiro de 2020 às 16:30
Compartilhar Comente

Congresso Internacional no Peru

Congresso Internacional no Peru
Mais imagens

O editor-chefe da Editora da Unesc, dr. Dimas de Oliveira Estevam, apesentou no 32º Congresso Internacional Alas Peru seu artigo intitulado "Políticas de viviende pública em Angola de 2009 a 2017", desenvolvido em parceria com Elaine Domingos Massala Damião (UNESC) e Rossandra Oliveira Maciel Bitencourt (UFPR). A apresentação ocorreu no dia 03 de dezembro, em Lima, Peru. 

Por: Aline Demboski 05 de dezembro de 2019 às 13:51
Compartilhar Comente

Férias

Férias
Mais imagens
Por: Aline Demboski 21 de dezembro de 2019 às 08:00
Compartilhar Comente