Laboratório de Epidemiologia

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Unesc é a segunda melhor universidade brasileira não pública, segundo índice inédito

Unesc é a segunda melhor universidade brasileira não pública, segundo índice inédito
Estudo foi realizado pela Brasil Júnior, com apoio da consultoria McKinsey Mais imagens

Formar empreendedores tem sido um desafio no cenário educacional. E a Unesc foi reconhecida como a segunda melhor Instituição de Ensino Superior do Brasil, entre as não-públicas, segundo o Índice das Universidades Empreendedoras. O estudo inédito foi realizado pela Brasil Júnior, com apoio da consultoria McKinsey, e divulgado em novembro pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

“Ser reconhecida em segundo lugar no índice das universidades empreendedoras do Brasil é resultado do trabalho de qualidade desenvolvido há 48 anos pela Unesc. Somos uma Instituição comunitária preocupada com a formação de nossos alunos e a comunidade regional e reconhecida frequentemente pela excelência em diversos aspectos, incluindo ensino de qualidade, pesquisa, extensão, estrutura e qualificação dos professores”, destaca o reitor Gildo Volpato.

Destaque para a Infraestrutura e Cultura Empreendedora

Nos critérios avaliados pelo Índice das Universidades Empreendedoras, a Unesc se destaca, entre todas as universidades, públicas e privadas, em dois. A Instituição aparece como a segunda melhor do Brasil, no critério “Cultura Empreendedora, e a terceira melhor no segmento “Infraestrutura”, entre todas as universidades, públicas e privadas.

Quando o assunto é “Infraestrutura”, a Unesc aparece ao lado da PUC-Rio (1º) e Unicamp (2ª). Neste critério foi avaliado a qualidade da infraestrutura física e internet, além da instalação de um parque tecnológico e suas parcerias. “É um reconhecimento a estrutura que temos, com os laboratórios de alto nível; uma Biblioteca recém-inaugurada; o Iparque (Parque Científico e Tecnológico), e todos os espaços: salas de aula, Clínicas Integradas, Centros de Práticas, Sala de Negócios, Espaço das Empresas Juniores, Sala de Metodologia Ativas, entre outras”, ressalta a pró-reitora de Administração e Finanças, Kátia Sorato.

No critério “Cultura Empreendedora” a Unesc ficou atrás apenas da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco). Nele foi avaliado a postura empreendedora dos professores e alunos, além da quantidade de disciplinas de empreendedorismo durante os cursos de graduação. “Introduzir o empreendedorismo para melhorar o ambiente de vida da geração atual e futura é algo muito próximo da nossa missão. Na Unesc ajudamos a preparar os alunos para sua vida e também para o mundo profissional. Um exemplo é o trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Empreendedorismo. Nos orgulha muito receber esse reconhecimento nacional”, comenta a pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta.

A melhor do Sul do Brasil entre as não-públicas

Entre as instituições avaliadas, a Unesc é a melhor Universidade não pública da região Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Ela aparece no Índice das Universidades Empreendedoras entre as 5 melhores da região, junto com UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), UEM (Universidade Estadual de Maringá), UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Como foi feito o estudo

A pesquisa foi realizada por meio de um questionário online que ouviu 5.975 alunos e 318 professores de 43 universidades de todo Brasil. Para elaborar o Índice das Universidades Empreendedoras foram selecionadas as 100 melhores universidades presentes na última edição do RUF (Ranking Universitário da Folha de São Paulo). Dessas, foram excluídas aquelas que não possuíam Empresas Juniores associadas, Enactus (organização internacional sem fins lucrativos dedicada a inspirar os alunos a melhorar o mundo através da Ação Empreendedora), Aiesec (Associação Internacional de Estudantes em Ciências Econômicas e Comerciais) ou núcleo da Rede CsF (Ciência sem Fronteiras), entidades que estimulam o empreendedorismo no ambiente universitário.

A partir das respostas dos questionários online concluiu-se que uma universidade empreendedora leva em conta os seguintes critérios: Cultura Empreendedora (postura empreendedora dos professores e alunos, disciplinas de empreendedorismo); Inovação (pesquisa, patentes, proximidade IES-empresas); Extensão (redes de contato, projetos de extensão); Infraestrutura (qualidade, parque tecnológico); Internacionalização (intercâmbio, publicações e citações internacionais); Capital Financeiro (orçamento, endowment/doação da sociedade civil).

Saiba mais sobre o Índice

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Davi Carrer 06 de dezembro de 2016 às 10:57
Compartilhar Comente (2)

Defesa de dissertação do mestrando Renan Boeira Rocha

Na última sexta feira (11/12) o mestrando Renan Boeira Rocha defendeu sua dissertação intitulada "A eletroconvulsoterapia nos níveis de BDNF na Depressão Unipolar: Revisão Sistemática e Metanálise". A defesa ocorreu no novo formato do PPGCS.  O trabalho passou pela relatoria da professora Drª Josiane Budni e foi defendido publicamente dia 11. A equipe LabEpi deseja ao novo mestre sucesso em sua trajetória!!

Postado por: Carla Sasso Simon 18 de dezembro de 2015 às 13:29
Compartilhar Comente

Professor Kristian Madeira defende o Doutorado

Na última quinta-feira, dia três de dezembro o doutorando Kristian Madeira defendeu sua tese de doutorado intitulada: IMPORTÂNCIA DA HETEROGENEIDADE EM METANÁLISES EACURÁCIA DA MESOTELINA NO DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE OVÁRIO. A tese originou dois artigos, um já publicado e outro aceito para publicação. Na oportunidade estiveram presentes acadêmicos, professores, familiares e comunidade em geral. Kristian foi orientado pela coordenadora do Laboratório de Epidemiologia, professora Drª Maria Inês da Rosa. 

A equipe LabEpi deseja muito sucesso ao Kristian nesta nova etapa!!

Postado por: Carla Sasso Simon 08 de dezembro de 2015 às 09:11
Compartilhar Comente

Pesquisas do LabEpi são premiadas na Semana de Ciência e Tecnologia

No último dia 24 de novembro ocorreu a entrega dos certificados para os melhores trabalhos apresentados na Semana de Ciência e Tecnologia, que movimentou o campus no mês de outubro. As pesquisas do  LabEpi foram premiados na cetegoria trabalho completo Ebook: 

ACURÁCIA DO IgM ELISA NO DIAGNÓSTICO RÁPIDO DE LEPTOSPIROSE: REVISÃO SISTEMÁTICA E METANÁLISE:  Carla Sasso Simon,  Antônio José Grande, Napoleao Chiaramonte Silva, Tamy Colonetti, Eduardo Ronconi Dondossola, Maria Cecilia Manenti Alexandre, Maria Laura Rodrigues Uggione, Helen Dominik Cattaneo e Maria Inês da Rosa. 

 A ELETROCONVULSOTERAPIA NOS NÍVEIS DE BDNF NA DEPRESSÃO UNIPOLAR: REVISÃO SISTEMÁTICA E META-ANÁLISE:  Eduardo Ronconi Dondossola, Renan Boeira, Napoleão Chiaramonte, Maria Cecíia Manenti Alexandre Maria Laura Rodrigues Uggioni, Tamy Colonetti, Everton Simon Possamai Della, Carla Sasso Simon e Maria Inês da Rosa 

 ACURÁCIA DA FLUORESCÊNCIA A LASER NO DIAGNÓSTICO DE CÁRIES DENTÁRIAS: REVISÃO SISTEMÁTICA E METANÁLISE : Maria Cecilia Manenti Alexandre, Vilson Sampaio Schambeck, Antônio José Grande  Eduardo Ronconi Dondossola  Carla Sasso Simon, Maria Laura Rodrigues Uggioni, Tamy Colonetti, Everton Simon Possamai Della, Maria Inês da Rosa. 

Postado por: Carla Sasso Simon 08 de dezembro de 2015 às 07:42
Compartilhar Comente

Defesa da Dissertação do Mestrando Vilson Schambeck

 Na última terça, dia 16 de dezembro o agora mestre Vilson Schambeck defendeu sua dissertação. Na oportunidade, o mestrando defendeu o projeto intitulado: Acurácia da fluorescência a laser no diagnóstico de cáries dentárias: Revisão Sistemática e Metanálise. 

A banca, composta pelos professores doutores Josiane Budni, Felipe Dal Pizzol e Antônio Grande elogiou a determinação do dentista, aprovado com Conceito A.

A equipe do Laboratório de Epidemiologia deseja muito sucesso e grandiosas conquistas nesta nova etapa! 

Postado por: Maria Eduarda Fernandes Dos Reis 17 de dezembro de 2014 às 10:28
Compartilhar Comente