Extensão

Araranguá conhece de perto o Plano de 60 Dias

Araranguá conhece de perto o Plano de 60 Dias
Ação faz parte do Núcleo de Empreendedorismo instalado na Unesc Araranguá (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

“O investimento necessário para participar do Plano de 60 dias é apenas um: o tempo de vocês, item indispensável para a transformação de negócios”. Assim o coordenador do Núcleo de Empreendedorismo da Unesc Araranguá, Diogo Pereira Moraes, resumiu a troca necessária para a participação no projeto lançado para lideranças e empresários da Cidade das Avenidas na noite desta terça-feira (10/3). O Plano de 60 Dias está com inscrições abertas para empresários que já tem seu negócio e querem aperfeiçoar o trabalho. “Podem se inscrever desde pequenas e médias empresas até um microempreendedor individual, um vendedor de pipoca ou picolé que queira aprender e apostar na sua ideia. Estaremos aqui de portas abertas para pensarmos juntos nesse negócio”, explicou Diogo.

A palavra que define o objetivo desse e dos outros projetos que fazem parte do Núcleo de Empreendedorismo da Unesc, conforme o coordenador, é transformação, pois esse é o objetivo geral de todo o trabalho em torno de cada um dos projetos. “Queremos promover a transformação nos negócios e com isso promover o desenvolvimento de cada um de vocês e da região. Estaremos preparados para, em parceria com os empreendedores e ouvindo suas demandas, ajudá-los a lapidar e alavancar seus negócios”, destacou.

O projeto realizado em encontros promovidos durante o período de 60 dias é desenvolvido por meio da colaboração de professores, acadêmicos e voluntários, sendo uma ação aberta à comunidade de forma gratuita.

O convite, de acordo com a diretora da Unidade Araranguá, Isabel Regina de Souza, se estende a todos a comunidade do Vale. “A Unesc chegou aqui para realmente contribuir com o desenvolvimento da região. Queremos muito ser esse vetor de desenvolvimento que a cidade merece”, destacou.

Para a empresária e diretora da CDL Araranguá, Dalva Maria Machado Leme, a chegada da Unesc tem sido de grande valia para a cidade, que precisa conhecer melhor e valorizar as oportunidades que chegam com a Instituição. “Araranguá vai crescer muito a partir desses projetos trazidos pela Universidade. Nós precisamos contribuir e ajudar apresentando e compartilhando essas informações tão valiosas como as que recebemos hoje”, comentou.

As inscrições para participação no projeto Plano de 60 Dias em Araranguá seguem até o dia 31 de março. Elas podem ser feitas no site do Núcleo de Empreendedorismo da Unesc.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

10 de março de 2020 às 23:06
Compartilhar Comente

Morro dos Conventos e Balneário Rincão serão palco do Verão Mais Unesc neste final de semana

Morro dos Conventos e Balneário Rincão serão palco do Verão Mais Unesc neste final de semana
Encerrando a programação do projeto, atividades chegam aos dois balneários neste sábado e domingo (25 e 26/1) (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O final de semana que promete ser de sol na região Sul de Santa Catarina terá uma atração especial para os veranistas e turistas que estiverem nos balneários Rincão e Morro dos Conventos. O projeto Verão Mais Unesc aterrissa, no sábado e no domingo, nas praias levando informação e diversão para a beira mar das 9h às 14h.

No total são mais de 50 pessoas envolvidas entre integrantes da equipe Unesc, das prefeituras dos municípios e da Weber Empreendimentos com a intenção de oportunizar boas experiências aos visitantes. Entre as atividades preparadas para os dias de evento estão orientações em saúde, avaliação física e brincadeiras com a Palhaça Narizinho, nestes casos apenas para o Balneário Rincão, e, em ambos, recreações com Futebol, Vôlei, Futevôlei e Bocha, além de Circuito Funcional para adultos e crianças e a animação contagiante da aula de Ritmos.

A expectativa para o último final de semana de projeto, conforme a coordenadora do Verão Mais Unesc, Gisele Torri, é de muita orientação e diversão. “Queremos que os veranistas aproveitem muito todos os serviços e atividades que levaremos para as praias. Nosso objetivo é receber o maior número possível de pessoas nos nossos espaços para usufruir e conhecer o que a nossa Universidade Comunitária tem a oferecer”, destaca.

A ação Verão Mais Unesc conta ainda com o apoio do Portal 4oito e Rádio Som Maior.

Atividades no Verão Mais Unesc no Balneário Morro dos Conventos – 9h às 14h:

Terapia Manual

Futebol

Vôlei

Futevôlei

Bocha

Circuito Funcional

Circuito Funcional Kids

Ritmos

Atividades no Verão Mais Unesc no Balneário Rincão – 9h às 14h:

Orientações de Saúde

Avaliação Física

Zumba

Terapia Manual

Futebol

Vôlei

Futevôlei

Bocha

Circuito Funcional

Circuito Funcional Kids

Ritmos

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

23 de janeiro de 2020 às 17:03
Compartilhar Comente

Sanitarista: profissional aliado à saúde da comunidade

Sanitarista: profissional aliado à saúde da comunidade
Mais imagens

Na semana em que se celebra o Dia do Sanitarista, conheça mais sobre a especialidade que atua diretamente com a  Saúde Coletiva e a formação que a Unesc oferece na área

Um profissional capacitado com conhecimento e experiência capazes de analisar de forma completa a saúde pública local, elencando ações prioritárias e propondo as melhores soluções e alternativas diante do cenário no qual está inserido. Esse é o Sanitarista, profissional de extrema importância em todos os níveis de serviços e que tem o dia 2 de janeiro como data na qual é celebrada sua função. 

Reconhecendo o inestimável poder de transformação de tal papel na sociedade, a Unesc, desde 2015, conta com o PPGSCol (Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva). O Programa oferece o Mestrado Profissional na área, dividido em três linhas de pesquisa. 

O resultado diferenciado do trabalho do profissional Sanitarista, conforme a coordenadora do PPGSCol, Cristiane Tomasi, se dá por meio da competência para pesquisa e análise crítica nos temas da epidemiologia aplicada, a promoção da saúde, educação e gestão do trabalho, tudo isso de forma a melhorar o serviço de saúde coletiva oferecido à comunidade. 

De acordo com Cristiane, profissionais de diversas áreas, que desempenham ou tenham interesse em desempenhar atividades na área da saúde podem fazer o mestrado profissional, não se restringindo apenas aos profissionais com formação na área da saúde.

Resultados práticos 

Ao longo dos primeiros cinco anos de atividades, nos quais mais de 60 profissionais foram formados, os resultados dos estudos e trabalhos realizados pelo Programa já beneficiaram inúmeras pessoas. 

Conforme a coordenadora, os pesquisadores, docentes e egressos do PPGSCol vêm desenvolvendo uma série de atividades com impacto para a saúde coletiva da região Sul do estado. 

“Nossos docentes e egressos desempenham trabalhos tanto na gestão dos serviços de saúde quanto na assistência direta ao usuário do serviço de saúde. Desse modo as vivências, discussões e pesquisas realizadas durante o mestrado permitem ofertar cuidado mais qualificado ao usuário de saúde, implementação de novas estratégias de gestão, organização e reorganização de serviços de saúde”, destaca. 

Ainda de acordo com Cristiane, entre os assuntos que já foram temas de trabalhos realizados pelo PPGSCol estão a avaliação de recursos diagnósticos em odontologia, análise de demandas a partir das chamadas realizadas ao SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), segurança do paciente na atenção primária em saúde, panorama do casos de HIV, série de pesquisas e intervenções na área de saúde do trabalhador, entre outros. Tais estudos, conforme Cristiane, têm gerado evidências científicas a partir da realidade da saúde coletiva  da região Sul do estado de Santa Catarina e Norte do Rio Grande do Sul. 

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa - AICOM UNESC

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

03 de janeiro de 2020 às 14:10
Compartilhar Comente

Unesc apresenta projeto de revitalização à comunidade do bairro Nova York

Unesc apresenta projeto de revitalização à comunidade do bairro Nova York
Professores e acadêmicos foram responsáveis por criação de projeto de espaço social e comunitário (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

A comunidade do bairro Nova York, em Forquilhinha, conheceu, na noite desta terça-feira (10/12), os detalhes do projeto de um novo espaço social e comunitário a ser implantado no campo do clube União. O projeto completo de uma estrutura multiuso de convivência comunitária foi criado a partir de uma atividade de extensão, intitulada EMI (Projeto de Extensão Escritório Modelo de Assistência Técnica),realizada ao longo de todo o ano por professores e acadêmicos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Agrimensura e Cartográfica e Engenharia Civil.

Ao longo de quatro encontros dos professores e acadêmicos com a comunidade foi possível fazer um levantamento sobre problemas e potencialidades do bairro, assim como sobre o tipo de estrutura que gostariam de ter à disposição, dados que foram compilados pela equipe e resultaram no projeto final. Entre os espaços planejados estão pista de caminhada, atletismo e ciclovia; quadra poliesportiva; quadras de futebol suíço, areia para vôlei, futebol e futevôlei; biblioteca com salas para cursos; sede da Associação de Moradores; playground adaptado para inclusão social; academia pública; quiosques; concha acústica, entre outros.

Conforme o professor coordenador do projeto, Jorge Luiz Vieira, a participação das famílias do bairro Nova York e dos vizinhos Ouro Negro e Vila Franca foram essenciais para que o projeto refletisse aquilo que, de fato, as comunidades querem e precisam. “No total serão aproximadamente 1.500 famílias beneficiadas com toda a estrutura contemplada, ou seja, um número bastante significativo de pessoas que poderá usufruir daquilo que a comunidade pensou em conjunto”, destacou.

Após a fase apresentação e finalização dos detalhes do trabalho, de acordo com Jorge, o projeto será entregue à prefeitura de Forquilhinha. “Essa será a contribuição da Universidade. Oferecer todo esse trabalho de reconhecimento e utilização da sua expertise para a formação de um projeto completo. A partir disso, o poder público irá orçar e ir em busca de recursos para tornar as ideias realidade”, completou.

A presença nos encontros e a participação na construção das ideias, conforme o representante do Coletivo Cultural Catavento, Leonardo Teixeira, deverá ter continuidade para as próximas etapas a serem encaradas. “Vamos ter a oportunidade de criar uma história diferente para esse espaço que hoje está subutilizado. Sabemos que será um longo processo, mas temos certeza de que, quando pronto, esse será um modelo para outras cidades e comunidades. Com união de esforço iremos em busca dos recursos para efetivar isso tudo”, salientou.

Para a moradora da comunidade Fátima Kopetz, o sentimento é de grande expectativa. “Fiz questão de acompanhar todos os encontros e de participar ativamente desse projeto que com certeza fará toda a diferença no nosso bairro. Acredito que vamos conseguir vê-lo se tornar real”, pontuou.

Lideranças comunitárias que lutam pelo bairro Nova York há décadas ou da nova geração que inicia agora sua trajetória, como José Waldir Cardoso e Nedir Marcelino, respectivamente, também veem com entusiasmo o futuro do campo do União. “Estive na criação do clube União e participei de diversas fases históricas do bairro. Quero continuar trabalhando em prol da nossa região e acredito muito nessa ideia construída”, garantiu.

Na visão de Nedir, mesmo sendo ousada a ideia pode sair do papel. “Queremos continuar o trabalho feito até então na comunidade e encararemos esse projeto que é grandioso, mas é possível”, completou.

O Projeto de Extensão conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Forquilhinha, da Associação de Moradores do Bairro Nova York, do Coletivo Cultural Catavento e Labs Coopera e é vinculado ao Pehis (Programa Permanente de Extensão Habitat + Humano, Inclusivo e Sustentável) da Unesc. A ação conta com ainda colaboração dos professores Evelise Chemale Zancan, do Curso de Engenharia Civil, e Vanildo Rodrigues, do Curso de Engenharia de Agrimensura e Cartográfica e de alunos bolsistas e voluntários.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 10 de dezembro de 2019 às 22:18
Compartilhar Comente

Unesc marca presença na Rua da Gente e proporciona cuidados à comunidade

Unesc marca presença na Rua da Gente e proporciona cuidados à comunidade
Evento teve o objetivo de abordar temas alusivos ao Novembro Azul (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A Unesc é uma Instituição comunitária, compromissada com a qualidade no ambiente de vida de sua região. Neste sábado (30/11) não foi diferente e uma equipe da Universidade, formada por mais de 30 estudantes das mais diversas áreas do conhecimento, se colocou à disposição da comunidade na Rua da Gente. O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, teve o objetivo de conscientizar a população sobre temas alusivos ao Novembro Azul.

O morador de Criciúma Salezio da Silva, de 60 anos, foi o primeiro a chegar no espaço da Unesc. Sempre atento à saúde, ele conta que não perderia a oportunidade. “Sou cardíaco e sempre estou cauteloso. Estava concluindo a corrida, aqui no parque ao lado, e ouvi algumas pessoas falando sobre a tenda da Universidade. Foi então que me planejei para concluir o exercício e ao fim aproveitar os cuidados oferecidos”, afirma.

Durante toda a manhã, quem passou pelo local pode aproveitar atrações para crianças e o conhecimento compartilhado por acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Medicina e Psicologia.

Foram disponibilizadas ações voltadas à aferição de pressão; orientações sobre uso racional de medicamentos; auriculoterapia; terapia Manual; teste de IMC (Índice de Massa Corporal); orientações sobre Nutrição; conscientização e prevenção ao AVC (Acidente Vascular Cerebral); qualidade de vida, e depressão.

A participação da Instituição em eventos deste gênero é organizada pela Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias.

A importância do Novembro Azul

Segundo dados registrados pelo Vigilantos-Módulo Câncer, da Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, o município de Criciúma registrou em 2019 1.096 novos casos de câncer no sexo masculino, destes, 120 são de câncer de próstata.

O secretário de Saúde, Acélio Casagrande, esteve presente no espaço da Unesc e frisou que é preciso conscientizar a população masculina de que o diagnóstico precoce aumenta as chances de um tratamento eficaz. “A adoção de hábitos saudáveis, a prática de atividade física regular, a alimentação balanceada e o uso moderado de bebidas alcoólicas são fundamentais para diminuir os riscos à saúde. Também é preciso fazer exames com frequência para ter controle sobre a saúde”, enfatiza.

A maior incidência está na faixa etária de 40 a 50 anos, caso possua sintomas frequentes como dificuldade para urinar, jato urinário fraco ou sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, é necessário procurar o médico imediatamente.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 30 de novembro de 2019 às 11:39
Compartilhar Comente