Extensão

Unesc marca presença na Rua da Gente e proporciona cuidados à comunidade

Unesc marca presença na Rua da Gente e proporciona cuidados à comunidade
Evento teve o objetivo de abordar temas alusivos ao Novembro Azul (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A Unesc é uma Instituição comunitária, compromissada com a qualidade no ambiente de vida de sua região. Neste sábado (30/11) não foi diferente e uma equipe da Universidade, formada por mais de 30 estudantes das mais diversas áreas do conhecimento, se colocou à disposição da comunidade na Rua da Gente. O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, teve o objetivo de conscientizar a população sobre temas alusivos ao Novembro Azul.

O morador de Criciúma Salezio da Silva, de 60 anos, foi o primeiro a chegar no espaço da Unesc. Sempre atento à saúde, ele conta que não perderia a oportunidade. “Sou cardíaco e sempre estou cauteloso. Estava concluindo a corrida, aqui no parque ao lado, e ouvi algumas pessoas falando sobre a tenda da Universidade. Foi então que me planejei para concluir o exercício e ao fim aproveitar os cuidados oferecidos”, afirma.

Durante toda a manhã, quem passou pelo local pode aproveitar atrações para crianças e o conhecimento compartilhado por acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Medicina e Psicologia.

Foram disponibilizadas ações voltadas à aferição de pressão; orientações sobre uso racional de medicamentos; auriculoterapia; terapia Manual; teste de IMC (Índice de Massa Corporal); orientações sobre Nutrição; conscientização e prevenção ao AVC (Acidente Vascular Cerebral); qualidade de vida, e depressão.

A participação da Instituição em eventos deste gênero é organizada pela Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias.

A importância do Novembro Azul

Segundo dados registrados pelo Vigilantos-Módulo Câncer, da Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, o município de Criciúma registrou em 2019 1.096 novos casos de câncer no sexo masculino, destes, 120 são de câncer de próstata.

O secretário de Saúde, Acélio Casagrande, esteve presente no espaço da Unesc e frisou que é preciso conscientizar a população masculina de que o diagnóstico precoce aumenta as chances de um tratamento eficaz. “A adoção de hábitos saudáveis, a prática de atividade física regular, a alimentação balanceada e o uso moderado de bebidas alcoólicas são fundamentais para diminuir os riscos à saúde. Também é preciso fazer exames com frequência para ter controle sobre a saúde”, enfatiza.

A maior incidência está na faixa etária de 40 a 50 anos, caso possua sintomas frequentes como dificuldade para urinar, jato urinário fraco ou sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, é necessário procurar o médico imediatamente.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 30 de novembro de 2019 às 11:39
Compartilhar Comente

Empresários concluem mais uma Edição do Plano de 60 dias Unesc

Empresários concluem mais uma Edição do Plano de 60 dias Unesc
Mais imagens

O Núcleo de Empreendedorismo foi palco de mais uma conquista por parte de 15 empresários que participaram da consultoria em gestão Plano de 60 dias. O projeto é uma atividade que envolve acadêmicos do Curso de Administração da Unesc, onde, de forma inovadora, oportuniza às micro e pequenas empresas, futuros e novos empreendedores a organização do negócio, desde a modelagem até as práticas de gestão, que orientam estrategicamente o empreendimento para atuar no mercado. 

Nesta edição a atividade contou com a participação do Curso de Nutrição, que somou conhecimento à consultoria em uma das empresas. A professora Alessandra Zanette Ghisi e acadêmicas do Curso assessoraram na elaboração de fichas técnicas de produtos para alimentação saudável, promovendo uma interação bastante inovadora e que deverá ser mantida nas próximas edições.

"Foi uma noite emocionante. Estou certa que em cada edição aprimoramos o projeto.  Nestes seis anos de projeto  já contabilizamos mais de 200 empresas atendidas e mais de 500 alunos tiveram a oportunidade de experimentar a profissão mesmo antes de concluir a graduação.  Esse é o diferencial de uma Universidade Comunitária, oportunizamos a experiência profissional aos nossos estudantes a partir das ações comunitárias que realizamos ", analisa a coordenadora do Plano 60 dias, Gisele Coelho Lopes.   Ela destaca entre os ganhos que as empresas obtém ao longo do projeto, o aumento de faturamento,  reposicionamento da identidade de marca,  compreensão do mercado e foco do negócio. Durante o evento de encerramento os participantes também salientaram a importância da consultoria para implementação do redesenho de processos, definições de ferramentas de gestão para a tomada de decisão,  definição de custos, planejamento financeiro,  geomarketing. A coordenadora do projeto destaca ainda que o Curso de Administração, juntamente com os empresários que participaram desta edição, estarão em 2020, lançando outra  novidade que fortalecerá ainda o Projeto. "Aguardem, tem novidades por aí", antecipa. 

As atividades de 2019 foram encerradas, mas as inscrições para a próxima edição já estão abertas. Para se inscrever basta acessar www.unesc.net/planode60dias. Maiores informações 48 9 9948-1607.

Confirma maiores informações na Página do Núcleo de Empreendedorismo Unesc: http://www.unesc.net/portal/capa/index/473

Ana Sofia Schuster - Assessoria de imprensa Unesc - AICOM

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 29 de novembro de 2019 às 10:24
Compartilhar Comente

Sombrio recebe atividades de extensão da Unesc

Sombrio recebe atividades de extensão da Unesc
Comunidade contou com serviços e orientações voltadas à saúde (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O último sábado (23/11) foi de ação de extensão em Sombrio. Em espaço montado em frente ao Posto de Saúde Central Lino Demétrio Coelho, no bairro Parque das Avenidas, acadêmicos e profissionais da Unesc ofereceram diferentes tipos de atendimento e orientação à comunidade.

Participaram da ação acadêmicos dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição e Odontologia. Entre as atividades oferecidas a aferição de pressão arterial, orientações quanto ao armazenamento e descarte correto dos medicamentos, orientações referentes à hipertensão, auriculoterapia, terapia manual, orientações de saúde bucal e explanações sobre atendimento nas Clínicas Integradas da Unesc. No total foram realizados aproximadamente 70 atendimentos.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 25 de novembro de 2019 às 18:44
Compartilhar Comente

Projeto de extensão promove resgate histórico do bairro Cidade Mineira Velha

Projeto de extensão promove resgate histórico do bairro Cidade Mineira Velha
Evento especial será realizado neste sábado (23/11) com o envolvimento de toda a comunidade (Foto: Divulgação) Mais imagens

O sábado (23/11) será de fortalecimento de vínculos, resgate histórico, informação, cidadania e diversão no bairro Cidade Mineira Velha, em Criciúma. A localidade receberá o 1º Minerar Reciclando Histórias de Vidas e Ideias, evento realizado em parceria entre o projeto de extensão Diálogos Urbanos, da Unesc, a Associação de Moradores do bairro e a Escola Padre Carlos Wecki. As atividades ocorrerão das 8h às 12h nas dependências da escola parceira.

A preparação para o evento, conforme a professora participante do projeto Diálogos Urbanos, Amanda Castro, vem sendo construída junto da comunidade em encontros quinzenais ao longo de todo o ano. “Fizemos encontros com metodologias participativas com o grupo para identificar suas necessidades. Nessas atividades ficaram evidentes questões como a importância dos integrantes da comunidade se identificarem mais com o local onde vivem, com as pessoas, com o espaço e a história, por exemplo, como forma de mostrarem mais cuidado e apreço pelo local”, explica.

Utilizando histórias escritas por moradores do próprio bairro como lembrança de suas infâncias e adolescências, além da exposição de fotografias histórias, de acordo com Amanda, serão transmitidos ensinamentos que trarão um maior sentimento de pertencimento a cada cidadão. “Queremos resgatar a história e, com ela, integrá-los. Acreditamos que desta forma os participantes terão um olhar diferenciado para situações que vão desde o cuidado com o meio ambiente e descarte de resíduos, até a consciência de não serem agentes de violência e cuidado um com o outro”, completa a professora.

O evento que movimentará toda a comunidade promete reunir mais de duas mil pessoas para atrações como apresentações de teatro e dança, um túnel do tempo com exposição de fotos, oficina de compostagem, oficina de sabão caseiro, além do atendimento com profissionais da área da saúde à disposição. Ainda de acordo com Amanda, o processo de aproximação com a comunidade envolveu ainda o concurso para eleição de uma bandeira oficial para Escola Padre Carlos Wecki, sendo que o vencedor também será conhecido no evento.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 21 de novembro de 2019 às 14:49
Compartilhar Comente

Escola de Migrantes Unesc promove dia da criança

Escola de Migrantes Unesc promove dia da criança
Mais imagens

Os projetos de extensão Escola de Migrantes e PLA - Português como Língua de Acolhimento, realizaram na manhã de sábado, 26/10 um grande encontro para marcar o mês da criança. O encontro foi realizado ao ar livre, na praça do estudante da Unesc, reunindo famílias de migrantes de diversos países e professores, acadêmicos e voluntários, que também trouxeram seus filhos para a atividade. Além dos momentos de confraternização, o encontro proporcionou uma oportunidade única para muitas crianças, na manhã do ensolarada, onde puderam conhecer e usar brinquedos que muitos jamais tiveram contato, como jogar pião, andador com latas recicladas, cinco marias e construir a sua própria pipa.

Entre os visitantes famílias haitianas, ganesas e do Togo. Mouhamed Tchagnou e Badiyaton Ouro Yerina, são naturais do Togo, e levaram o filho de dois anos, Murad. Mouhamed está no Brasil  há cinco anos. Chegou primeiro e, mais tarde, trouxe a esposa, que vivia também no país do oeste da Áfrifa, situado entre o Benin e Gana. O haitiano Winchel Plaisimond também aproveitou a atividade para interagir com outros imigrantes e equipe da Unesc, ensinando as crianças a construir pipas. Há três anos no Brasil ele já trouxe a esposa e hoje sonha em cursar Engenharia Civil.

A  atividade envolveu vários programas da Unesc, como o Boi de Mamão, o Museu de Zoologia, Museu da Infância e projetos de extensão como de contação de histórias. O envolvimento tanto de imigrantes quanto das equipes da Unesc que participaram do evento é prova do sucesso da atividade. “É uma forma de integrar adultos e crianças. A ideia é trazer a família do migrante para participar de todas essas atividades que envolvem o brincar, desta forma integrando e socializando e mostrando o contexto sociocultural tanto nosso quanto dos migrantes que aqui vivem”, salienta o coordenador do curso de História, Tiago da Silva Coelho.

A Universidade mantém dois projetos com os migrantes. Além da Escola de Migrantes, os estrangeiros também participam do Português como Língua de Acolhimento. Em ambos são realizadas aulas semanais gratuitas, sempre aos sábados, das 9 às 12 horas, intercalando os conteúdos e ao mesmo tempo fortalecendo os laços com os migrantes.

Ana Sofia Schuster - Assessoria de Imprensa Unesc - AICOM

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 27 de outubro de 2019 às 14:38
Compartilhar Comente