Newsletter Newsletter RSS RSS

Semana de TCCs

Esta semana os nossos formandos estão em um estado misto de nervosismo, ansiedade, expectativas e desafios! É a semana de apresentaçao do temido Trabalho de Conclusão de Curso! Muito interessante observar o sentimento deles neste momento que marca o grande passo para a formatura!!! Quase lá!!! 

Por: Juliana Lora 20 de junho de 2018 às 14:13
Compartilhar Comente

Serviços farmacêuticos nas empresas da região

Estudantes da 5ª fase e o professor Hugo dal Pont do curso de Farmácia da UNESC participaram nesta segunda feira, dia 19/06, de atividades de orientação farmacêutica na empresa La Moda, em Nova Veneza-SC. Na ocasião, os estudantes realizaram a tipagem sanguinea dos funcionários e deram orientações quanto à doação de sangue. Outro serviço ofertado foi a orientação quanto a importância da correta higienização das mãos, onde, com a chegada do inverno, existe a probabilidade de disseminação do vírus da gripe e este ato pode ser uma das formas de prevenção do processo. 

Isso porque durante o semestre, os acadêmicos obitveram o conhecimento a respeito dos diversos tipos de sangue bem como desenvolveram habilidades na prática para realizar o exame rápido de identificação do tipo sanguíneo. Através da integralidade dos conteúdos, nossos alunos estão vivenciando com a comunidade o conhecimento adquirido na academia! 

Por: Juliana Lora 20 de junho de 2018 às 13:42
Compartilhar Comente

Fitoterapia Racional

O curso de Farmácia participa de um projeto que incentiva o uso de plantas medicinais para a prevenção e o tratamento de doenças. O fitoterapia racional é desenvolvido há mais de 15 anos em parceria com a pastoral da saúde.

Farmacêuticos atuam com plantas medicinais desde a sua pesquisa, desenvolvimento de farmácos, produção de medicamentos, cosméticos e alimentos, até a orientação correta para sua utilização! 

 

https://www.youtube.com/watch?v=pEz5mfFjuzY

Por: Juliana Lora 20 de junho de 2018 às 13:37
Compartilhar Comente

Unesc na mídia

Unesc na mídia
Mais imagens

O projeto de extensão “Fitoterapia Racional: Aspectos Taxonômicos, Agroecológicos, Etnobotânicos e Terapêuticos”, realizado há 15 anos pela Unesc em parceria com a Pastoral da Saúde, foi tema de programa da Rádio Eldorado nesta quarta-feira (13/6). A coordenadora do projeto, desenvolvido pelo curso de Farmácia, Angela Rossato, foi entrevistada pelo jornalista Silmar Vieira.

Por: Milena Spilere Nandi 14 de junho de 2018 às 13:20
Compartilhar Comente

Projeto da Unesc estimula a promoção da saúde com uso de plantas medicinais

Projeto da Unesc estimula a promoção da saúde com uso de plantas medicinais
Estudo de plantas medicinais ocorre há 15 anos na Universidade (Foto: Marcelo Camilo) Mais imagens

Com o objetivo de promover saúde e bem-estar através do uso de plantas medicinais, a Unesc, em parceria com a Pastoral da Saúde, promove desde 2002 o projeto de extensão “Fitoterapia Racional: Aspectos Taxonômicos, Agroecológicos, Etnobotânicos e Terapêuticos”. O intuito é trocar informações com a comunidade sobre o uso medicinal das plantas. Todo mês uma planta é estudada e no fim de cada ano, todas as informações são compiladas em uma apostila que é distribuída as lideranças da Pastoral da Saúde da região da Amesc e Amrec. 

A união do conhecimento popular e científico abrange 730 agentes da Pastoral da Saúde em 14 municípios. Segundo a coordenadora do projeto, a professora do curso de Farmácia da Unesc Angela Erna Rossato, algumas plantas utilizadas por populares têm potencial tóxico, e por isso há a necessidade de levar a informação ao maior número de pessoas. “Muitas plantas apresentam efeitos colaterais, contraindicação e interferem no tratamento medicamentoso, em especial dos pacientes com doenças crônicas. Com o projeto realizamos a revisão destas informações, com base nos critérios preconizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Ao longo dos anos de projeto inúmeras plantas usadas em nossa região passaram por esta revisão e estas informações são compartilhadas com a Pastoral da Saúde, que por sua vez compartilha com a comunidade por meio da sua prática e convívio social”, explica Angela.

O Horto Florestal da Unesc valida ainda mais o projeto. Além de exemplos de uso e cultivo das plantas, também serve para ensinamentos técnicos de identificação de cada espécie, através do tato, visão e olfato. “Essa prática milenar tem que ser regatada e aprimorada para capacitação de novos profissionais. A importância de classificação das plantas e de seu nome cientifico evita com que as pessoas se confundam”, ressalta a professora da Unesc e bióloga Vanilde Citadini Zanette.

Para a agente da Pastoral da Saúde Maria dos Santos Salvaro, o projeto colabora com a melhoria dos hábitos de vida das pessoas e a utilização de remédios naturais para a cura, atitudes que previnem graves problemas futuros. “A maioria das doenças ocorre devido à má alimentação e o uso incorreto dos recursos terapêutico, tudo tem que ter controle de medidas e limites”, salienta.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

07 de junho de 2018 às 11:08
Compartilhar Comente