Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Unesc e Abadeus conversam sobre possíveis parcerias

Unesc e Abadeus conversam sobre possíveis parcerias
Representantes da associação beneficente visitaram a Universidade (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

Unesc e Associação Abadeus, de Criciúma, devem ampliar as ações realizadas em conjunto. Uma reunião entre representantes da Univerisdade e da associação beneficente ocorre na tarde desta quarta-feira (20/9), onde possíveis parcerias foram debatidas. A Unesc já atua na entidade com projetos de extensão. Atualmente, a Abadeus atende quatro mil pessoas por ano, moradores do Bairro Cristo Redentor e arredores, com cursos de capacitação profissional e ações sociais.

A reitora Luciane Ceretta colocou a Universidade à disposição para futuras parcerias e afirmou que a equipe da Reitoria irá visitar a Abadeus para poder estudar ainda mais as ações que a Insituição poderá desenvolver no local. “A Unesc se interessa muito por parcerias que tenham o objetivo de melhorar a vida das pessoas”, comentou.

Da reunião participou também o vice-reitor, Daniel Preve, a chefe de gabinete da Reitoria, Gisele Coelho Lopes, a diretora da Abadeus, Shirlei Monteiro e o colaborador da entidade, Ricardo Lopes. 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 20 de setembro de 2017 às 17:32
Compartilhar Comente

Parceria entre Unesc e Instituto Florir Brasil promove educação e soluções ambientais

Parceria entre Unesc e Instituto Florir Brasil promove educação e soluções ambientais
Reunião entre Reitoria e ex-vereadora Tati Teixeira ocorreu nesta terça (Foto: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A reitora Luciane Ceretta recebeu, na manhã desta terça-feira (19/9), o convite da ex-vereadora Tati Teixeira para conversar sobre uma parceria com o Instituto Florir Brasil. O Instituto promove palestras e ações de extensão sobre educação e cidadania para as crianças.

Educação infantil e sustentabilidade

A primeira atividade da parceria vai ser a realização, no dia 12 de outubro, de uma roda de conversas no Bairro Tereza Cristina, onde representantes da Universidade vão compartilhar conhecimentos sobre direito, cidadania, saúde e outros temas que influenciam o dia a dia da comunidade.

Além de cuidar das crianças, a parceria também vai pensar em soluções ambientais. Outra proposta debatida no encontro é a criação de um projeto que vai realizar o plantio de árvores na cidade.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Assessoria de imprensa 19 de setembro de 2017 às 14:09
Compartilhar Comente

Unesc e unidade prisional alinhavam parcerias na área da Educação

Unesc e unidade prisional alinhavam parcerias na área da Educação
Tratativas iniciaram nesta terça-feira (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

Representantes da Unesc e da Penitenciária Regional Sul iniciaram na tarde desta terça-feira (5/9) um diálogo com o objetivo de estabelecer parceria na área da Educação. No encontro, a reitora Luciane Ceretta colocou a Universidade à disposição para convênios que tenham o objetivo de promover a inclusão por meio da Educação.

Um grupo de trabalho será montado pela Unesc para levantar o que a Instituição pode oferecer aos reeducandos da Penitenciária Regional Sul, como cursos de graduação a distância e capacitações. O documento será apresentado aos responsáveis pela unidade prisional e a Reitoria irá visitar as instalações para analisar a melhor maneira de desenvolver as atividades provenientes da parceria.

A Unesc já realizou cursos como o de Culinária Profissional e Segurança Alimentar com mulheres apenadas; ações de saúde com os reeducandos e doação de livros para a biblioteca do local. “Temos várias possibilidades de realizar projetos com os reeducandos. Vamos elaborar propostas para apresentar, sempre pensando na inclusão”, afirmou Luciane.

Para a diretora da Penitenciária Regional Sul, Maira de Aguiar Montegutti, a parceria com a Unesc vai oportunizar novas possibilidades para o futuro dos reeducandos, que poderão se reintegrar à sociedade tendo novas expectativas.

Já o gerente de Educação do Sistema Prisional da Penitenciária Sul, Max Dagostin de Mello, lembrou que a parceria traz benefícios tanto para os reeducandos quanto para a sociedade. A responsável pelo sistema educacional do Presídio Santa Augusta, de Criciúma, Ana Cláudia de Assis Zanelato afirmou que há interesse de estender essa parceria também para a unidade prisional.

Doação de computadores


Durante o encontro desta terça-feira, a reitora ainda formalizou a doação de dois microcomputadores para serem utilizados pela Penitenciária Regional Sul na capacitação de reeducandos.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 05 de setembro de 2017 às 17:16
Compartilhar Comente

Projeto Reconstruindo Cidadania forma novos profissionais

Projeto Reconstruindo Cidadania forma novos profissionais
Certificado do Curs de Pintura foi entregue no Bairro da Juventude (Fotos: José Adílio) Mais imagens

A noite desta segunda-feira (28/8) foi de emoção para os formandos do Curso de Pintura do projeto Reconstruindo Cidadania, uma parceria entre Unesc, Tintas Farben e Bairro da Juventude. A cerimônia de formatura foi realizada no Bairro da Juventude. Alguns dos formandos já estão com trabalhos previstos dentro da área de atuação. A Orquestra de Cordas do Bairro da Juventude, do professor Moisés de Souza, fez as honras da recepção.

A mesa foi formada pelo vice-presidente da Farben Edmilson Zanatta, pela diretora do Bairro da Juventude Silvia Zanette, pela coordenadora do projeto de extensão da Unesc Mônica Elizabeth Daré e pelo coordenador dos cursos profissionalizantes do Bairro da Juventude Marcelo dos Santos. Os formandos receberam um diploma da Unesc e outro do Bairro da Juventude.

O projeto começou em 2010 e já formou turmas em parceria com a prefeitura de Criciúma, Cocal do Sul e Jacinto Machado, Abadeus e setor imobiliário de Criciúma. Neste ano, a parceria foi efetuada com o Bairro da Juventude, que já tem nova turma prevista para começar nos próximos dias.

A coordenadora do projeto Reconstruindo Cidadania, agradeceu ao Bairro da Juventude pela parceria e parabenizou os formandos. “Acompanhei a história de vocês, que se mostraram guerreiros para realizar o curso”, elogiou a professora da Unesc. Para Mônica, todos os momentos do projeto são fundamentais, mas a cerimônia de entrega dos certificados é especial.

Para o coordenador dos cursos profissionalizantes do Bairro da Juventude, a realização do curso foi uma soma dos parceiros. “Importante que temos a Unesc e Farben junto do Bairro”, destacou Marcelo. Já a diretora do Bairro da Juventude Silvia Zanette pontou que o sentimento é de gratidão. “São portas que vocês abriram”, ressaltou a diretora.

O vice-presidente da empresa Tintas Farben afirmou que a Unesc é muito importante para a concretização do projeto. Além do recebimento dos diplomas, os formandos também realizaram uma ação no sábado com a revitalização do parque infantil do Bairro da Juventude.

*Com informações do jornalista José Adílio, assessor de imprensa da Farben. 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 29 de agosto de 2017 às 15:59
Compartilhar Comente

Um dia para se divertir e aprender sobre o meio ambiente

Um dia para se divertir e aprender sobre o meio ambiente
Crianças de Treviso participaram de uma tarde diferente (Foto: Divulgação) Mais imagens

Um projeto de extensão da Unesc levou conhecimentos sobre o meio ambiente às crianças da escola Professora Maria Brogni, de Treviso. A atividade ocorreu nesta segunda-feira (28/8) e exercitou o pensamento ecológico nas turmas do primeiro ao quarto ano. A ação foi desenvolvida pelo projeto "Educação Ambiental com Enfoque na Preservação da Reserva Biológica Estadual do Aguaí", que visita escolas da região levando informações e buscando criar uma consciência ecológica desde os primeiros anos de educação.

A bolsista Karen de Farias Meller explica que são desenvolvidas diferentes atividades para cada turma. “Com o primeiro ano foi realizada uma contação de história sobre a Joaninha que não tinha pintinhas, explicando sobre a importância que os animais têm, até mesmo os mais pequenos. Além de fazer as crianças refletirem sobre as diferenças”, afirmou.

Já com o quarto ano foi proposto o "jogo da jaguatirica", um dos animais presentes na Reserva Biológica do Aguaí. “Para a brincadeira, os alunos foram divididos em três grupos: plantas, coelhos e jaguatiricas. Os coelhos tinham que se alimentar das plantas, mas escapando das jaguatiricas, que, por sua vez, se alimentam de coelhos. Além de se divertirem, os alunos aprenderam sobre a cadeia alimentar e sobre o equilíbrio ecológico”, comentou a bolsista.

O projeto é coordenado pelas professoras Paula Tramontim Pavei, Marta Valéria de Souza Hoffman e Miriam da Conceição Martins. Conta também com as bolsistas Karen de Farias Meller, e Tainá Chefer Cardoso. Além do apoio voluntário de Zenaide Pais Topanotti e Antuni Tomé Gomes Crescêncio. 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 29 de agosto de 2017 às 15:43
Compartilhar Comente