Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Projeto de extensão é apresentado no Seminário Urbanismo na Bahia

O artigo “Bairro (de) Progresso - Relatos do Habitat Saudável e Sustentável” foi apresentado na última semana no Seminário Urbanismo na Bahia (UrbBA[17]), que ocorreu em Salvador. O evento teve como sede a Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, e teve como tema o “Urbanismo em Comum”, promovendo debates relacionados às novas formulações do urbanismo enquanto tecnologia social.

A estudante do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unesc, Liliana Esteves Morais, representou o projeto de extensão “Habitat Saudável e Sustentável” desenvolvido no Bairro Progresso, em Criciúma, dentro das atividades do Programa Território Paulo Freire. “O projeto é fruto de uma relação interdisciplinar, em conjunto com os cursos de Psicologia e História, relatando a atuação da extensão universitária e os saberes que derivam da interação universidade-sociedade. O projeto adota referenciais do educador Paulo Freire, visando a autonomia e a dialogicidade, tendo como foco a extensão popular e libertadora”, afirma Liliana.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 16 de novembro de 2017 às 09:30
Compartilhar Comente

Comunidade participa de mostra de projetos do Território Paulo Freire

Comunidade participa de mostra de projetos do Território Paulo Freire
Atividades ocorreram nesta quarta-feira (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

No meio de crianças, jovens e adultos que aproveitaram o feriado de Proclamação da República (15/11) para ir até a Escola João Frasseto, no Bairro Santa Luzia participar da mostra dos projetos de extensão do Programa Território Paulo Freire da Unesc, esteve o presidente da Associação de Moradores do Bairro Vila Manaus, Avelino Reissatti. Colaborando nas atividades realizadas durante a tarde e conhecendo melhor os 12 projetos oferecidos pela Universidade para a região da chamada “Grande Santa Luzia”, ele falou do quanto a atuação da Unesc junto à comunidade traz benefícios para a população. “O conhecimento que vem da Universidade fica aqui, é absorvido e levado para a vida”.

Reissatti participou do primeiro projeto do Território Paulo Freire na Vila Manaus, em 2014 e afirmou que as informações repassadas sobre Direito do Consumidor e Direito Trabalhista são utilizadas até hoje por ele na associação. “Os projetos realizados colaboram com a vida da comunidade”, comentou.

Mostra


Nas salas de aula da escola estiveram professores e alunos responsáveis pelas atividades de cada um dos 12 projetos do Programa. Em uma delas estava a aluna da décima fase do curso de Psicologia da Unesc, Isabela Tellis Rodrigues, bolsista no projeto “Habitat Saudável e Sustentável”. O projeto atua no Bairro Progresso com atividades em parceria entre os cursos de Psicologia, Arquitetura e Urbanismo e História e segundo a acadêmica, quer mostrar que um ambiente saudável para morar não diz respeito apenas ao espaço físico, mas também ao que está ao redor. “Conversamos com os moradores e demonstramos que todos são responsáveis pelo ambiente. Ainda desenvolvemos ações que possam materializar esses espaços de uso coletivo na comunidade”.

Já em outra sala estiveram a coordenadora da “Escola de Pais e Filhos”, a professora da Unesc Fabiane Ferraz. Ela e os bolsistas do projeto, alunos dos cursos de Pedagogia, Enfermagem e Direito, realizaram uma roda de conversa com o tema “Direito”, envolvendo adultos e atividades de pintura facial apara crianças.

Segundo ela, foi apenas uma mostra do que o projeto faz há quatro anos em três escolas de diferentes Bairros. “A cada mês realizamos uma roda de conversa com os pais e outra com os filhos. A linguagem é adequada a idade dos participantes e os temas são trazidos pela própria comunidade. Além dos três cursos, temos a colaboração do Programa de Residência Multiprofissional”, explica. Além disso, a cada semestre os professores das escolas escolhem cinco temas e os alunos repassam suas dúvidas a serem sanadas durante um encontro.

Para a coordenadora do Programa Território Paulo Freire da Unesc, Sheila Martignago Saleh, o evento foi bem prestigiado pela comunidade e cumpriu o objetivo de atender moradores de todas as idades e permitir que eles pudessem conhecer melhor o trabalho realizado.

A mostra contou ainda com apresentações musicais e de dança. Os visitantes também receberam lanche.

Território Paulo Freire

Há quatro anos, a Universidade realiza o Programa Território Paulo Freire, com  projetos em áreas como Saúde, Educação, Direito, Arquitetura e Urbanismo, Psicologia, Meio Ambiente e Informática. Eles reúnem pessoas de todas as idades em atividades que visam levar conhecimento e colaborar com a melhoria da qualidade de vida. O Programa é realizado por meio da Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unesc.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 15 de novembro de 2017 às 18:31
Compartilhar Comente

Veículo off-road projetado por alunos de Engenharia Mecânica é apresentado ao público

Veículo off-road projetado por alunos de Engenharia Mecânica é apresentado ao público
Equipe Vulcano trabalha no projeto desde 2014 (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

O resultado de trabalho de anos de estudantes e professores do curso de Engenharia Mecânica envolvendo ensino, pesquisa e extensão foi apresentado nesta terça-feira (14/11) na Unesc. O protótipo de um veículo off-road que leva apenas um piloto e que possa trafegar em terrenos com as mais diferentes condições de solo foi construído pela equipe Vulcano, vai participar do Baja Regional Sul 2017, uma competição que ocorre de sexta-feira a domingo (17 a 19/11) em Passo Fundo e vai reunir estudantes de engenharia do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná. Os vencedores se classificam para a etapa internacional do Baja.

O Projeto Baja SAE é um desafio lançado aos estudantes de engenharia de todo o mundo com o objetivo de incrementar sua preparação para o mercado de trabalho. A equipe Vulcano Unesc é formada por 15 estudantes e orientados por dois professores. A ideia de participar do Projeto Baja iniciou em 2014 com um grupo de estudantes de Engenharia Mecânica. A ideia foi amadurecida durante dois anos e em 2016 começou a ser tirada do papel com a orientação dos professores Guilherme Pickler e posteriormente com a participação também do professor Vangelo Manenti.

O Projeto Baja SAE e tem como diretriz apenas as especificações da SAE (Society of Automotive Engineers) que dizem respeito quanto ao motor utilizado e dimensões da estrutura. O restante, como o projeto, cálculos e construção é totalmente de responsabilidade dos alunos. Dentro do Vulcano, os acadêmicos dividem tarefas que vão da elaboração do projeto de protótipo, até de planos para a captação de apoiadores.

A reitoria da Unesc, Luciane Ceretta, parabenizou acadêmicos e professores pelo projeto e salientou a importância de iniciativas como a da equipe Vulcano para a formação de profissionais diferenciados, uma vez que o projeto se caracteriza como de extensão, reúne atividades de ensino e estimula a pesquisa. “Esse veículo é o resultado de trabalho e dedicação de cada um de vocês, que se empenharam aos finais de semana e feriados, inclusive, para tornar esse projeto uma realidade. Independente da competição do fim de semana, vocês já são vitoriosos. É um orgulha para a Unesc tê-los como alunos”, afirmou Luciane.

Segundo o professor do curso de Engenharia Mecânica da Unesc e um dos orientadores do Vulcano Baja, Guilherme Pickler, ele pode ser considerado uma oficina para o desenvolvimento e execução de projetos e uma oportunidade de os alunos aplicarem na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, e de maneira interdisciplinar. Ele ressaltou o empenho e o espírito de equipe em todo o desenvolvimento do trabalho e que a intenção do Vulcano é que outros estudantes se junte à ideia, inclusive de mais cursos da Universidade.

Já o coordenador adjunto do curso de Engenharia Mecânica da Unesc, Adilson de Oliveira, enalteceu as parcerias que permitiram a realização do projeto, como com o IDT (Instituto de Engenharia e Tecnologia) do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc) e com o curso de Design – através dessa parceria, o estudante Anderson Paes desenvolveu a logomarca do Vulcano – além do forte apoio da Reitoria da Universidade e da UNA CET (Unidade Acadêmica de Ciências, Engenharias e Tecnologias da Unesc).

Hector Amaro Virgínia, aluno da nona fase de Engenharia Mecânica fez parte do grupo de alunos a iniciarem o projeto na Universidade e afirmou que ver o veículo concluído gratificante. “Foi um trabalho em equipe que levou anos. E hoje apresentar ele ao público e participar do Baja Regional Sul 2017 é uma conquista muito importante para todos nós. Aprendemos muito com esse projeto”.

O lançamento do protótipo teve ainda a presença do vice-reitor, Daniel Preve, do diretor da UNA CET, Evanio Nicoleit, da chefe de gabinete da Reitoria, Gisele Coelho Lopes, e do coordenador do curso de Design da Unesc, João Rieth.

Saiba mais


O Projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul, Estados Unidos e teve a primeira competição em 1976. O ano de 1991 marcou o início das atividades da SAE Brasil, que, em 1994, lançava o Projeto Baja SAE Brasil. No ano seguinte, em 1995, era realizada a primeira competição nacional, em São Paulo. Desde então dezenas de eventos foram realizados em vários estados do país como Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 14 de novembro de 2017 às 23:00
Compartilhar Comente

Estudantes de Arquitetura e Urbanismo promovem bazar na Unesc

Em busca de possibilitar a viagem anual do curso, os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo promovem um bazar com roupas e assessórios. As peças vão estar disponíveis no hall dos blocos XXI nesta quinta-feira (16/11), durante os três períodos.

A estudante do curso Beatriz Rocha conta que a viagem tem fins acadêmicos e que a data prevista para a partida é apenas em 2018. “Iremos para Ouro Preto e Belo Horizonte. A data ainda não foi definida exatamente, mas será no mês de julho de 2018.  Esta viagem é vinculada a disciplina de Programa de Estudos da Cidade da sétima fase, onde temos que organizar uma viagem e estudar à cidade escolhida”, explicou.

O evento é coordenado pelos alunos da sétima fase do curso.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Assessoria de imprensa 14 de novembro de 2017 às 16:32
Compartilhar Comente

Alunos de Arquitetura e Urbanismo realizam visitas técnicas a residencial e empresa

Alunos de Arquitetura e Urbanismo realizam visitas técnicas a residencial e empresa
Ações foram coordenadas pelas professoras Kamila e Monica (Foto: Divulgação) Mais imagens

Os conhecimentos socializados em sala de aula foram acompanhados na prática pelos acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo da Unesc. Duas visitas técnicas movimentaram a segunda-feira (13/11) dos estudantes.

Os alunos da sexta fase visitaram uma obra residencial da Empresa Eza Engenharia, no Condomínio Lagoa Dourada. No local, eles tiveram a oportunidade de observar um projeto de estrutura mista em aço e concreto, tendo a possibilidade de associar os conceitos vistos em aula. A atividade ocorreu na disciplina de Sistemas Estruturas 4.

Já os acadêmicos da segunda e terceira fases visitaram a Ceusa Revestimentos Cerâmicos, no município de Urussanga. Eles acompanharam o processo de fabricação do revestimento cerâmico, a criação e desenvolvimento de peças e ainda contaram com a explicação da designer responsável pela empresa, além de uma visita ao showroom.

As duas ações foram coordenadas pelas professoras Kamila Rodrigues da Silva e Monica Daré.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Assessoria de imprensa 14 de novembro de 2017 às 15:36
Compartilhar Comente (1)