Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Enfermagem homenageia instituições parceiras

Enfermagem homenageia instituições parceiras
Representantes receberam certificado de agradecimento da Universidade (Foto: Divulgação) Mais imagens

Uma noite para comemorar a troca de experiências e parcerias consolidadas desde 2002. O curso de Enfermagem da Unesc homenageou 19 instituições de Criciúma e região nesta quarta-feira (24/5). Elas contribuem de forma significativa para a formação dos estudantes do curso e para o aprimoramento de profissionais que atuam na saúde regional. O encontro ocorreu durante a Semana Acadêmica de Enfermagem.

A secretária de Saúde de Cocal do Sul, Sinara Maria Crippa Milanez, comentou que a convivência com os estudantes, por meio dos estágios, agrega no desenvolvimento dos serviços, mas além disso, existe uma importância muito grande na atuação da Universidade junto a formação dos profissionais, que ocorre por meio de palestras e cursos de aprimoramento desenvolvidos juntos aos professores do curso de Enfermagem.

“Esse contato com o Ensino Superior transforma nossos profissionais. A troca de experiências mostra outros caminhos para aqueles que atuam diariamente no serviço. Muitas vezes, o vício de fazer sempre o mesmo não nos deixa enxergar novos caminhos, e esse contato nos mostra essas opções diferenciadas”, comentou Sinara.

Outro grande parceiro do curso de Enfermagem é o Hospital São José. A coordenadora do Pronto Socorro do Hospital, Samira Freitas, comentou que a parceria é indispensável. “Nós não conseguimos mais enxergar o Hospital sem a atuação da Unesc, e o curso de Enfermagem atua diariamente conosco. Chega a ser estranho para nós quando eles entram em férias, pois sentimos muitas saudades”, ressaltou a coordenadora.

A professora Ioná Bez Birolo, coordenadora do curso de Enfermagem da Unesc, comentou que a cada ano que passa o curso tem apresentado inúmeras conquistas por meio desse trabalho coletivo. “São essas Instituições que oportunizam o terreno fértil para que nossos acadêmicos possam construir seus conhecimentos técnico-científicos para atuar na prevenção de agravos, promoção, proteção e recuperação da saúde na perspectiva da integralidade do cuidado”, salientou.

Foram homenageadas:

Apae-Criciúma
Ama-Rec/SC
Casa De Saúde Rio Maina
Secretaria Municipal de Saúde de Cocal Do Sul
Secretaria Municipal de Saúde de Forquilhinha
Secretaria Municipal de Saúde de Nova Veneza
Secretaria Municipal de Saúde de Balneário Rincão
Hospital São José
Hospital São João Batista
Hospital Santa Catarina
Hospital São Donato
Hospital Unimed
Hospital Regional de Araranguá
Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma
Secretaria Municipal de Saúde de Içara
Secretaria Municipal de Saúde de Araranguá
Secretaria Municipal de Saúde de Urussanga
Secretaria Municipal de Saúde de Morro Da Fumaça
Secretaria Municipal de Saúde de Turvo

Semana ocorre até sexta-feira

Palestras, debates, minicursos, oficinas gratuitas com certificado do Coren (Conselho Regional de Enfermagem), entre outras atividades, compõem a programação do encontro, que ocorre até sexta-feira (26/5). Alunos, professores e profissionais da área da saúde podem participar. As inscrições podem ser feitas no local. Confira a programação (clique aqui).

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 24 de maio de 2017 às 21:38
Compartilhar Comente

Quer parar de fumar? Conte com o Grupo de Combate ao Tabagismo

Quer parar de fumar? Conte com o Grupo de Combate ao Tabagismo
Encontros ocorrem nas Clínicas Integradas (Foto: Divulgação) Mais imagens

O tabagismo é reconhecido pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como uma doença epidêmica que causa dependência física, psicológica e comportamental. Segundo a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), ele causa cerca de 50 doenças diferentes, em especial as cardiovasculares, além de ser responsável por muitas mortes por câncer de pulmão, de boca, laringe e estômago e por doenças respiratórias. Para auxiliar quem quer abandonar o cigarro, a Unesc e a Secretaria de Saúde de Criciúma desenvolvem o Programa de Combate ao Tabagismo. Nele, cada participante tem um diagnóstico para receber o tratamento adequado.

O Programa desenvolve grupos que se encontram para combater a doença. Na Unesc, as inscrições para o Grupo de Combate ao Tabagismo estão abertas até 10 de junho no DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano), localizado na sala 13 do Bloco Administrativo da Universidade, tanto para professores, funcionários e acadêmicos quanto para a comunidade.

As atividades devem iniciar em julho mas antes disso, todos os participantes passam por consultas com médico e psicólogo, para analisar qual o tipo de ajuda a pessoa precisa: se apenas terapêutica ou também de gomas de mascar, adesivos ou medicamentos para cessar a vontade de fazer uso de cigarro – esses fornecidos pela Secretaria de Saúde de Criciúma.

Conforme o coordenador da Comissão do Programa de Residência Multiprofissional da Unesc, Jacks Soratto, a Universidade é um local de referência do Programa. Segundo ele, o grupo terá encontros semanais no primeiro mês de atividades, quinzenais no segundo mês e mensais a partir do terceiro. “A intenção é que os participantes estipulem prazos para alcançar o objetivo. Pode ser gradativamente ou de maneira abrupta. Cada um vai optar pela forma que mais acha interessante. O fato deles se dispor a participar do grupo já demonstra a vontade deles em parar de fumar”, comenta.

Na Unesc, os encontros vão ocorrer nas Clínicas Integradas com a orientação de dois psicólogos que participam do Programa de Residência Multiprofissional. Ambos passaram por capacitação para o desenvolvimento das atividades no grupo. A iniciativa está vinculada ao Programa Nacional de Combate ao Tabagismo.

O Programa de Combate ao Tabagismo é uma realização da Secretaria de Saúde de Criciúma e da Unesc. Na Instituição, a iniciativa tem apoio da UNA SAU (Unidade Acadêmica de Ciências da Saúde), do curso de Enfermagem, das Clínicas Integradas, do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica/Saúde Coletiva, do DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano), do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) e da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 24 de maio de 2017 às 15:29
Compartilhar Comente

Projeto Bem Viver com Alzheimer promove encontro neste sábado

Projeto Bem Viver com Alzheimer promove encontro neste sábado
Alterações psicológicas e reflexos familiares serão o foco do debate (Foto: Divulgação) Mais imagens

Com o intuito de promover a assistência à pessoa com Alzheimer, e ao cuidador do portador da doença, a Unesc promove o projeto Bem Viver com Alzheimer. E, neste sábado (27/5), um encontro destinado a estudantes da área da saúde, familiares e interessados ocorre na Universidade com o tema: “Alterações psicológicas na doença de Alzheimer e reflexos familiares”.

O encontro ocorre no miniauditório do Bloco S, a partir das 9 horas, e será ministrado pelas psicólogas Carla Sasso Simon e Tamires do Nascimento Teixeira.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 23 de maio de 2017 às 14:17
Compartilhar Comente

Semana de Enfermagem inicia com palestra sobre boas práticas e qualidade na assistência

Semana de Enfermagem inicia com palestra sobre boas práticas e qualidade na assistência
O mestre Jerry Schmitz levantou o debate junto a alunos, professores e profissionais Mais imagens

Para que a saúde funcione, é necessário manter a qualidade do todo, desde o atendimento ao cliente até o entrosamento da equipe. Questões como essa foram trazidas pelo mestre Jerri Schimits, professor da Universidade Regional de Blumenau, durante a abertura da Semana Acadêmica de Enfermagem da Unesc. Ele tratou sobre “Enfermagem Baseada em Evidências: Boas Práticas e Qualidade na Assistência” com alunos, professores e profissionais de saúde.

Segundo Schmitz o enfermeiro deve planejar e priorizar aquilo que lhe é privativo, ressaltando a importância da sistematização da assistência de enfermagem. “A sistematização é a organização do serviço de enfermagem, quanto ao pessoal (aqueles que fazem), ao método (como é feito), e os instrumentos (ferramentas que são utilizadas)”, comentou.

Palestras, debates, minicursos, oficinas gratuitas com certificado do Coren (Conselho Regional de Enfermagem), entre outras atividades, compõem a programação do encontro, que ocorre até sexta-feira (26/5). Alunos, professores e profissionais da área da saúde podem participar. As inscrições podem ser feitas no local.

Segundo a coordenadora do curso de Enfermagem da Unesc, Ioná Bez Birolo, essa é uma oportunidade de refletir sobre as melhores práticas de saúde. “É preciso debater sobre novas formas e estruturas que correspondem ao pensamento complexo para um cuidado sistematizado, orientado pela finalidade da melhora da qualidade de vida em saúde”, comentou.

Confira a programação

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 22 de maio de 2017 às 21:36
Compartilhar Comente

Café com Ciência debate a importância do exercício físico no tratamento do diabetes ​

Café com Ciência debate a importância do exercício físico no tratamento do diabetes ​
Evento reuniu professores da Unesc e a comunidade na ACIC (Foto: Deize Felisberto) Mais imagens

A importância do exercício físico para a prevenção e o tratamento do diabetes foi o tema abordado na noite desta quinta-feira (18/5) pelo professor doutor da Unesc Alexandre Pastoris Muller durante o Café com Ciência na sede da ACIC (Associação Empresarial de Criciúma).

O professor tirou dúvidas e orientou sobre os benefícios da atividade física para aqueles que sofrem com a doença, que já atinge mais de 13 milhões de pessoas no Brasil. “O diabetes é muito mais uma doença ambiental que está relacionada a fatores como a alimentação e a prática de exercícios físicos. Com esses dois hábitos de vida conseguimos prevenir e tratar a doença”, afirmou.

Conforme Muller é importante esclarecer que a prática de exercícios que envolvam força oferecem resultados muito melhores aos diabéticos. “Os maiores tecidos do nosso organismo são os músculos e são eles que captam a glicose como fonte energética, um dos problemas de quem sofre com a doença. Por isso, a importância de praticar exercícios mais intensos. Uma caminhada é muito boa, porém não te dará músculos, com isso a relevância de associar essas duas atividades”, explicou o professor, reforçando ainda que um dos fatores do envelhecimento é justamente a perda de força muscular.

O professor informou que os diabéticos têm ainda uma propensão maior a desenvolver a Doença de Alzheimer. “O exercício físico melhora a ação da insulina no músculo e também no cérebro, ajudando a prevenir a doença de Alzheimer”.

O Café com Ciência é uma promoção do PPGCS (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Unesc) e da ACIC voltada para toda a comunidade. O objetivo é estabelecer um diálogo informal com a população, levando informações e orientações a respeito da saúde que possam contribuir para a vida das pessoas. Os encontros ocorrem todos os meses sempre na sede da associação, com professores e pesquisadores da Universidade.

*Com a colaboração da assessora de imprensa da ACIC, Deize Felisberto

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 19 de maio de 2017 às 18:53
Compartilhar Comente