Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Marlene Soccas dá nome à sala de Grupo de Pesquisa História e Memória da Educação

Marlene Soccas dá nome à sala de Grupo de Pesquisa História e Memória da Educação
Descerramento da placa ocorreu nesta quinta-feira (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

Marlene Soccas, um símbolo da luta pela ampliação e garantias de direitos civis, políticos e sociais, dentista e licenciada em História (pela Unesc), foi homenageada na noite desta quinta-feira (31/8) na Universidade. Ela deu nome à sala do Grupehme (Grupo de Pesquisa História e Memória da Educação), que juntamente com os Programas de Pós-Graduação em Educação e Desenvolvimento Sócio Econômico da Unesc. A sala fica no segundo piso do prédio do Apoio Logístico. O descerramento da placa contou com a presença da reitora Luciane Ceretta e do vice Daniel Preve.

A militância de Marlene Soccas iniciou no final da década de 1960, no período da Ditadura Militar no Brasil, na cidade de São Paulo. Nesse período, por atuar em movimentos de resistência ao regime militar, foi presa ilegalmente e torturada pelos órgãos de repressão da época, sendo posteriormente condenada à prisão, onde permaneceu por mais de dois anos. “ Escolhemos a Marlene Soccas porque ela é uma representante da luta dos trabalhadores. Nunca perdeu a esperança de termos uma sociedade mais justa, mesmo sendo torturada pela Ditadura. Aos 82 anos, ensina que não podemos parar de buscar uma sociedade melhor” afirmou e pela líder do Grupehme, Giani Rabelo.

Emocionada, Marlene agradeceu pelo reconhecimento, cercada por familiares e amigos que acompanharam na solenidade, que além do descerramento da placa, contou com apresentação cultural do Musical Unesc. O professor da Universidade João Monteiro, ainda cantou uma música de sua autoria que fala sobre a sensibilidade, coragem e força de Marlene.

O evento contou ainda com uma mesa composta pela pró-reitora de Ensino de Graduação, Indianara Becker, pelo diretor da UNA HCE (Unidade Acadêmica de Humanidades, Ciências e Educação) Marcelo Feldhaus, pelo coordenador adjunto do PPGDS (Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sócioeconômico) José Henrique Zanelatto, pelo coordenador do PPGE (Programa de Pós-Graduação em Enducação) Carlos Renato Carola, pelo coordenador do Cedoc (Centro de Memória e Documentação da Unesc) e pela professora Marli Oliveira, que conduziu o cerimonial e falou sobre o papel do Grupehme em não deixar que as memórias daqueles que não tem voz se perderem.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 31 de agosto de 2017 às 21:59
Compartilhar Comente

Arqueologia de grupos pescadores pré-coloniais é tema de debate

Arqueologia de grupos pescadores pré-coloniais é tema de debate
Encontro foi ministrado pela professora doutora Caoline Borges (Foto: Divulgação) Mais imagens

O Ciclo de Conferências em Arqueologia da Unesc trouxe mais um encontro nesta quarta-feira (30/8). Desta vez, o assunto foi “Dos ossos as comunidades, dos peixes as redes: arqueologia e zooarqueologia de grupos pescadores pré-coloniais”. O encontro foi ministrado pela professora doutora Caroline Borges.

Esta é a terceira edição do Ciclo de Conferências em Arqueologia da Unesc, que é organizado pelo Grupo de Pesquisa Arqueologia e Gestão Integrada de Território, o LAPIS (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), e o PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais). O encontro também tem apoio dos cursos de Ciências Biológicas, História, Geografia, do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) e da Propex (Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão).

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 31 de agosto de 2017 às 21:16
Compartilhar Comente

Calouros podem participar de um tour por Criciúma

Calouros podem participar de um tour por Criciúma
Atividade levará novos alunos para conhecer pontos turísticos (Foto: Edu Carmel) Mais imagens

Iniciou este semestre seu curso de graduação e veio de outra cidade, estado ou país? Que tal conhecer melhor Criciúma, a terra da Unesc, a sua Universidade? Pois você pode participar do Tour Calouros, que ocorre nesta sexta-feira (1º/9), às 8h30 e às 13h30 ou neste sábado (2/9), às 8h30. O tour é gratuito e para participar basta entrar em contato pelo e-mail tccunesc@unesc.net ou telefone (48) 3431-2622.

No roteiro estão pontos turísticos e de cultura, assim como pontos de atenção à saúde.

A iniciativa faz parte das ações da Reitoria da Unesc para dar as boas-vindas aos novos acadêmicos.

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 31 de agosto de 2017 às 20:25
Compartilhar Comente

Extensionistas da Unesc promovem ação de repovoamento de plantas nativas em Criciúma

Extensionistas da Unesc promovem ação de repovoamento de plantas nativas em Criciúma
Atividade ocorreu na nascente do Bairro São Defende (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Uma tarde para promover a sustentabilidade do ambiente de vida. Foi assim que os alunos e professores do projeto de extensão Ambiente e Cidadania passaram esta terça-feira (29/8). Durante uma ação educativa foram repovoadas plantas nativas na nascente do Bairro São Defende. A mobilização contou como envolvimento de estudantes da Escola Caetano Ronchi, que auxiliaram em todo o processo.

Segundo a professora da Unesc Maristela Giassi, responsável pelo projeto, a ação teve o objetivo de ampliar os olhares para as questões ambientais. “Numa área que vem sendo minerada há anos em nossa região, pouco sobrou da mata atlântica original. Do mesmo modo, como pouco restou de nascentes de água. Essa ação é extremamente importante para promover a preservação de uma nascente, chamando a comunidade a participar do processo”, ressaltou.

Foram plantadas 80 mudas de árvores nativas no entorno da nascente e em parte da Área da Proteção Permanente que já foi desmatada. “As crianças, que plantaram junto aos estudantes do curso de Biologia da Unesc, mostraram-se muito felizes por contribuir com a vida naquele pedacinho do mundo”, contou Maristela.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 31 de agosto de 2017 às 19:45
Compartilhar Comente

Unesc promove curso sobre Ciência Forense

Unesc promove curso sobre Ciência Forense
Ação ocorre neste sábado, inscrições podem ser feitas no local (Foto: Divulgação) Mais imagens

Desvendar crimes e diversos assuntos civis, penais ou administrativos, é a essência da Ciência Forense. Os interessados sobre o assunto precisam ficar atentos, a Unesc oferece, neste sábado, o encontro "Cursos Introdutórios à Ciências Forense". O evento ocorre no Auditório Ruy Hulse, a partir das 7h30. As inscrições podem ser feitas no local.

O encontro é uma ação do curso de Biomedicina da Unesc, por meio dos alunos da sétima fase, em parceria com o IGP (Instituto Geral de Perícias) de Criciúma. A estudante Thayse Freccia, que compõe a comissão organizadora do evento, ressaltou a importância de desenvolver um encontro sobre o tema. “É muito difícil ter cursos sobre Ciência Forense pela região de Criciúma, nós sempre precisamos ir para outros estados em busca de formações. Por conta disso, resolvemos trazer para a Unesc esta oportunidade”, comentou.

Local de crime, odontologia forense, genética forense, química forense, balística, perícia ambiental e entomologia forense serão temas abordados durante o encontro que traz como palestrantes, peritos e auxiliares do IGP de Criciúma.

Confira a programação

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 31 de agosto de 2017 às 17:28
Compartilhar Comente (3)