Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

9 dicas de como aproveitar a Unesc

9 dicas de como aproveitar a Unesc
Sentar na grama e tocar um violão com os amigos é uma boa pedida (Foto: Arquivo) Mais imagens

Aos novos “moradores” do campus, à primeira vista, ele pode parecer muito grande e misterioso. Ok, ele realmente é grande – são 20,2 hectares (sem contar os 9,5 hectares do Iparque, o Parque Científico e Tecnológico, que possui laboratórios de ensino e pesquisa e institutos) – mas o mistério logo se desfaz ao longo dos meses.

Antes de tudo, vocês, calouro e veterano, precisam saber que cada um é muito bem-vindo aqui. Aliás, vocês são uma das principais razões da Universidade existir. Viram como são importantes?

Bem, vamos a algumas dicas para aproveitarem o campus – lindo e florido, diga-se de passagem, não é?

1 – Pode pisar na grama! Aproveite cada pedacinho da Unesc. O campus tem banco para se escorar, para sentar e até deitar e tirar uma soneca no intervalo; tem gramado para pegar um solzinho e dar uma turbinada na Vitamina D, para ler, bater papo, refletir ou esvaziar a mente. Também tem espaços culturais e de convivência bem legais.

2 – Interaja. Aqui você vai conhecer pessoas que vai levar para o resto da vida. Vai escrever novos e importantes capítulos da sua biografia – a Editora Unesc pode lançar ela, sabia? Vai se apaixonar por pessoas, ideias e ideais, vai criar e mergulhar em um mundo de possibilidades.

3 – Ache um anjo - tenha sempre um veterano por perto! Com certeza ele vai te ajudar a descobrir onde vendem os melhores e mais baratos lanches e almoços; onde a fotocópia custa menos; onde tem o banheiro mais perto, além de trocar ideia sobre tudo. Eles chegaram antes aqui e são ótimos anfitriões.

4 – Na falta de um veterano chame um dos nossos vigilantes. Nossos demais colaboradores, como o pessoal dos serviços gerais, os técnicos-administrativos e professores também estarão sempre disponíveis para ajudar. Somos Todos Unesc, né?

5 – Permita se redescobrir. Isso mesmo. O nosso Setor de Arte e Cultura oferece diversas oficinas e grupos para você aprender ou aprimorar um talento. Tem o Coral Unesc, a Cia de Dança Unesc, o projeto Quintas Culturais e muito mais!

6 – Há vagas! Se você vem para a aula de carro, é bom saber que atrás dos blocos R1 e R2 há um estacionamento bem grande te esperando também. Mas, fica a dica, tenta combinar com o amigo para vir junto. Contribui com você$ e com o meio ambiente.

7 – Conheça a Ouvidoria da Unesc e não se acanhe. Sugira, questione, reclame, elogie. Assim você também vai contribuir com uma Universidade cada vez melhor. Sério!

8 – Aproveite a pista de atletismo para manter a saúde – inclusive nos fins de semana. Aqui no campus você pode ainda fazer natação, hidro ou musculação com um precinho bem camarada. E tem o Setor de Esportes, intercursos... Atividade física não vai faltar! Carregar livro não vale, tá?

9 – Leia! Leia e Leia! Falando em livro, sabia que nossa Biblioteca é a maior da região? Então, aproveita, vem conhecer e já vai carregado de livro para casa!

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 31 de julho de 2016 às 10:00
Compartilhar Comente (1)

Campus recebe mais de 12 mil estudantes a partir de segunda

Campus recebe mais de 12 mil estudantes a partir de segunda
Universidade aproveitou o recesso e se preparou para o início do segundo semestre Mais imagens

Na próxima semana, o campus da Unesc vai voltar a “fervilhar” de alunos e ideias. O segundo semestre de 2016 inicia segunda-feira (1º/7) e mais de 12 mil estudantes irão participar das atividades de ensino, pesquisa e extensão que envolvem os cursos de graduação, pós e escola da Universidade.  E os alunos vão encontrar um campus com várias novidades, que incluem de ampliação de vagas de estacionamento para pessoas com deficiência até melhorias em espaços como salas de aula e o Colégio Unesc.

Diversos espaços do campus receberam manutenção, melhorias e ajardinamento, e laboratórios estão ganhando novos computadores. Edificações como o Bloco S e o Colégio Unesc receberam pintura e ao longo do semestre outros espaços, como as Clínicas Integradas, vão receber nova pintura. Os acadêmicos também vão poder utilizar um espaço cultural no térreo dos blocos XXI e espaço de convivência dos blocos R1 e R2 – um pedido dos alunos. As salas de aula do Bloco P vão receber novas máquinas de climatização e o número de vagas para pessoas com deficiência no estacionamento dos blocos XXI serão ampliadas, e vagas para deficientes no campus receberão, gradativamente, cobertura.

Ainda em 2016, a Unesc iniciará reformas e melhorias em laboratórios de informática e a climatização de alguns espaços de atendimento ao público nas Clínicas Integradas. “No período de recesso, nós intensificamos manutenções das salas de aula, de equipamentos, a limpeza e ajardinamento do campus e realizamos benfeitorias para que os alunos, professores, funcionários e a comunidade se sinta cada vez melhor na Unesc. A Universidade é um espaço de conhecimento e também para criar laços, fazer amizades e de descoberta”, comenta a pró-reitora de Administração e Finanças da Unesc, Kátia Sorato.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 29 de julho de 2016 às 17:47
Compartilhar Comente

Curso sobre atenção à pessoa com deficiência da Unesc tem primeiro encontro

Curso sobre atenção à pessoa com deficiência da Unesc tem primeiro encontro
Capacitação é desenvolvida pelo CER (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Capacitar e instruir profissionais da área da saúde, assistência social e educação de forma gratuita. Esse é o objetivo do curso de “Aperfeiçoamento na Rede de Atenção à Pessoa com Deficiência” da Unesc, que foi lançado nesta sexta-feira (29/7). O projeto é desenvolvido pelo CER (Centro Especializado em Reabilitação), que atende mais de 400 pessoas com deficiência física, intelectual e ostomizados da região.

A capacitação traz temas focados na ampliação do acesso e da qualificação ao atendimento na rede de atenção à pessoa com deficiência. Ela foi planejada e desenvolvida em seis módulos, para melhor instruir quem tem contato direto com este grupo.  “A ideia é de reconstruir a forma de se trabalhar em rede. Queremos criar uma política diferenciada, por meio de estudos nas áreas de deficiência motora, intelectual e também de ostomizados”, comentou a coordenadora do CER, Lisiane Tuon.

O evento de abertura contou com uma cerimônia de agradecimento às empresas parceiras, que receberam a placa de “Empresa Amiga”. “Nossos projetos são planejados e executados para ir de encontro com as necessidades da região e só conseguimos executar graças às empresas apoiadoras. Então fica aqui nosso muito obrigado”. 

Após a cerimônia ocorreu a palestra “Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência: Uma nova forma de perceber as diferenças”.

O evento também contou com a presença das pró-reitoras de Ensino de Graduação, Maria Aparecida Melo, e de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta; da diretora da UNA SAU (Unidade Acadêmica de Ciências da Saúde), Indianara Becker; do diretor da UNA CSA (Unidade Acadêmica de Ciências Sociais Aplicadas), Daniel Preve, e do coordenador de Ensino da UNA HCE (Unidade Acadêmica de Humanidades, Ciências e Educação), Carlos Arcângelo Schlickmann.

São parceiras as empresas: Arroz Urbano, Eliane, BRDE (Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul), Librelato, e ZM S.A, Kolina e WEG.

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

29 de julho de 2016 às 19:47
Compartilhar Comente

Escola de Inverno: Estudantes da Unesc conhecem Território Paulo Freire

Escola de Inverno: Estudantes da Unesc conhecem Território Paulo Freire
Atividade ocorreu na tarde desta sexta-feira (Foto: Amanda Desireé) Mais imagens

Conhecer como funciona o programa Território Paulo Freire encantou a estudante do curso de Biomedicina da Unesc Renata Cunha. Ela e outros alunos participaram da Escola de Inverno em Pesquisa e Extensão, que ocorreu na Universidade durante esta semana. A ação finalizou nessa sexta-feira (29/7) com palestras e um tour pela Grande Santa Luzia, onde funcionam os projetos de extensão do Território Paulo Freire.  

Renata comentou que a experiência de conhecer a extensão despertou interesse em se envolver. “Eu adorei, pude trocar experiências com professores e alunos de diversas áreas, o que possibilita ainda mais o meu crescimento como estudante”, ressaltou. 

Do encerramento participaram cerca de 60 acadêmicos, que puderam conhecer um pouco mais sobre 15 programas da Universidade, adquirindo conhecimento além da sala de aula. Durante o tour, os estudantes verificaram a vulnerabilidade de cada bairro, além de se envolver com questões comunitárias. 

Para a coordenadora do Território Paulo Freire, Sheila Martignago Saleh, o objetivo da extensão é a transformação social. “É a oportunidade com que o acadêmico tem de saber inclusive que área de trabalho ele vai poder atuar, de que forma, como que as pessoas vão receber, é um conhecimento integral”, ressaltou.

A coordenadora do Núcleo de Empreendedorismo da Unesc, Gisele Coelho Lopes, comentou que o contato entre teoria e prática possibilita uma experiência única para os alunos. “Quando o estudante tem esse acesso à pesquisa e extensão, ele se torna um aluno diferenciado, no ponto de vista acadêmico e pessoal, há um crescimento muito grande por parte de quem participa”, afirmou.

A Escola de Inverno é um programa da Propex (Pró-Reitoria de Pós Graduação, Pesquisa e Extensão) em parceria com as Unidades Acadêmicas da Unesc.

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

29 de julho de 2016 às 19:26
Compartilhar Comente

Professor da Unesc promove palestra na UFRN

Professor da Unesc promove palestra na UFRN
Ele foi falar sobre o uso do software Atlas.ti (Foto: Divulgação) Mais imagens

Estudos nacionais e internacionais já comprovaram que a utilização de softwares em pesquisas com dados quantitativos são uma ferramenta poderosa. Uma delas é o Atlas.TI que vem trazendo boas contribuições, facilitando essas análises. Para falar sobre o assunto, o professor do PPGSCol (Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva) da Unesc Jacks Soratto foi até a UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) para ministrar uma palestra.

O professor debateu com os participantes sobre o suo do Atlas.ti em pesquisas qualitativas em saúde e Enfermagem. O evento contou com representantes de diversas instituições de ensino. Soratto também é trainer credenciado pela empresa Atlas.ti, para ensino do software em território brasileiro.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 29 de julho de 2016 às 17:19
Compartilhar Comente