AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Dia da Extensão Unesc oferece uma tarde diferenciada para a comunidade

Dia da Extensão Unesc oferece uma tarde diferenciada para a comunidade
Evento propiciará momento de diálogo e troca (Foto: Arquivo) Mais imagens

A Unesc vai estreitar ainda mais o seu relacionamento com a comunidade. Em 2 de maio, a Universidade realiza o Dia da Extensão, com a apresentação de programas e projetos comunitários, palestra e uma conversa com moradores de diversos Bairros para o levantamento de informações que possam agregar ao trabalho realizado por estudantes e professores da Instituição na comunidade.

A partir das 16 horas, no Auditório Edson Rodrigues, localizado na sala 19 do Bloco P, a comunidade acadêmica e o público externo envolvido com extensão estará reunido para comemorar o Dia da Extensão.

“Uma série momentos distintos para receber a comunidade e apresentarmos a ela o que nós realizamos em termos de extensão. Ela é um dos pilares da Unesc, uma Universidade Comunitária muito comprometida com o desenvolvimento social e interpessoal”, afirma a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego.

O encontro contará com mostra do que o Setor de Arte e Cultura faz dentro e fora da Universidade e o trabalho do Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidizinsk em ensino, pesquisa e extensão, além da apresentação dos programas institucionais e de um vídeo de depoimentos da população em relação aos projetos desenvolvidos nos Bairros.

O professor da Unesc Mário Guadagnin vai abordar o tema “O que você sabe sobre extensão” e o evento contará ainda com o lançamento do edital de Extensão (biênio 2018 a 2020) para a inscrição de projetos que se vinculem aos programas de extensão que a Universidade. Estes projetos preveem bolsas para acadêmicos e horas para professores.

Segundo Fernanda, haverá ainda um espaço para o diálogo com a população, com o objetivo de ampliar a troca de conhecimento entre Universidade e comunidade. “Teremos registros de propostas e demandas da comunidade, por meio de um formulário a ser preenchido. Com isso passaremos a ter mais conhecimento das demandas dos moradores dos diferentes Bairros. Os projetos são uma importante ferramenta na formação de bons profissionais e cidadãos preocupados com a comunidade em que estão inseridos. É um ambiente de troca de conhecimento e que colabora com mudanças de cenários e realidades”, afirma.

Universidade Comunitária

Prestes a completar 50 anos de vida, a Unesc é a Universidade Comunitária da região. Possui cursos considerados de excelência pelo MEC (Ministério da Educação) com notas 4 e 5 – de um máximo de 5 – nas diversas áreas do conhecimento. Com 13.000 alunos e 1.500 professores e funcionários, a Instituição recebe diariamente mais de 1.000 pessoas que que transitam entre as Clínicas Integradas, Unidade Judiciária de Cooperação e outros serviços dedicados à comunidade.

A Unesc realiza projetos de extensão em diversos municípios do Sul do Estado e tem a qualidade de sua pesquisa reconhecida internacionalmente. Oferece ainda 48 cursos de especialização, sete mestrados, dois doutorados implantados e três em processo de implantação, além de um mestrado em rede que está em construção juntamente com as Universidades do Sistema Acafe.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 27 de abril de 2018 às 15:07
Compartilhar Comente

Cerca de 30% dos pacientes com depressão são resistentes à tratamentos

Cerca de 30% dos pacientes com depressão são resistentes à tratamentos
Assunto foi tema de Aula Magna na Unesc com especialista João Quevedo (Fotos: Mayra Lima) Mais imagens

Segundo a Organização Mundial da Saúde a depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, sendo o Brasil o país com maior prevalência de depressão da América Latina e o segundo com maior prevalência nas Américas, ficando atrás somente dos Estados Unidos, que têm 5,9% de depressivos.

Para combater esta doença, novas formas de tratamento estão sendo estudadas, e tais inovações foram o eixo central de debate da Aula Magna da especialização em Saúde Mental da Unesc. O encontro contou com uma das referências mundiais quando o assunto é Saúde Mental, o professor doutor da Unesc João Quevedo.

O professor apresentou diferentes formas terapêuticas de combate às depressões resistentes ao tratamento. “Pacientes com depressão resistentes são aqueles que não melhoram a despeito de fazer tratamentos usuais, o que corresponde a 30% das pessoas que têm depressão, um número significativo”, comenta Quevedo.

Ele ressalta ainda tratamentos alternativos, como o uso da estimulação magnética transcraniana, da eletroconvulsoterapia, entre outros. “Na Universidade do Texas, onde também trabalho, lidero o programa de transtornos e tumores resistentes ao tratamento, participando de todas essas pesquisas. De todas elas, para depressão resistente, acredito que a mais interessante é o implante de eletrodos no cérebro através da cirurgia de estimulação cerebral profunda. Já fizemos nove cirurgias, para pacientes extremamente resistentes ao tratamento, e desses nove pacientes, oito tiveram uma melhora bastante significativa”, comenta o professor.

O encontro também contou com a coordenadora do setor de Pós-Graduação da Unesc, Elenice Padoin, e a doutora Morgana Souza, do Instituto de Neurociências Doutor João Quevedo.

Saiba mais

Médico psiquiatra e doutor em Ciências Biológicas, Quevedo é professor e vice-presidente no Departamento de Psiquiatria da Universidade do Texas, em Houston. Desenvolve pesquisas nos Estados Unidos e no Brasil sobre transtorno bipolar e depressão. É membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências, editor chefe da Revista Brasileira de Psiquiatria, vice-diretor científico da Associação Catarinense de Psiquiatria e secretario da Sociedade de Psiquiatria de Houston.

Na Unesc já foi coordenador do curso de Medicina e é professor titular de Psiquiatria e coordenador do Laboratório de Neurociências. Além de atuar nos programas de Pós-graduação, Mestrado e Doutorado da Unesc, o professor possui um trabalho reconhecido no tratamento de pacientes junto ao Instituto de Neurociências Doutor João Quevedo.

Atendendo as necessidades da área

Esta será a sexta turma da pós-graduação, que tem Quevedo como mentor. O curso ocorre em parceria com o Instituto de Neurociências Doutor João Quevedo. O professor afirma que a especialização é direcionada a profissionais da área da saúde ou de áreas correlatas e que tenham interesse ou atuem com Saúde Mental. “As disciplinas são organizadas para cobrir as mais recentes inovações na área e o curso conta com grandes professores vindos de universidades de referência do Sul do Brasil”, afirma.

Segundo ele, a especialização em Saúde Mental da Unesc vai ao encontro da demanda por profissionais, necessários ao atendimento do crescente número de pacientes que precisam de atendimento qualificado e adequado, em sintonia com as suas especificidades.

A especialização tem 360 horas/aula, totalizando 17 disciplinas. O curso traz um referencial teórico e prático visando a qualificação dos profissionais que atuam na área, incluindo médicos, enfermeiros, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, assistentes sociais, entre outros graduados na área da saúde.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (48) 3431 2626 ou pelo e-mail pos@unesc.net. Mais informações no www.unesc.net/pos. O curso tem encontros quinzenais, sextas-feiras, das 19 às 22 horas e sábados, 8 às 12 horas e 13 às 17 horas.

Universidade Comunitária

Prestes a completar 50 anos de vida, a Unesc é a Universidade Comunitária da região. Possui cursos considerados de excelência pelo MEC (Ministério da Educação) com notas 4 e 5 – de um máximo de 5 – nas diversas áreas do conhecimento. Com 13.000 alunos e 1.500 professores e funcionários, a Instituição recebe diariamente mais de 1.000 pessoas que que transitam entre as Clínicas Integradas, Unidade Judiciária de Cooperação e outros serviços dedicados à comunidade. 

A Unesc realiza projetos de extensão em diversos municípios do Sul do Estado e tem a qualidade de sua pesquisa reconhecida internacionalmente. Oferece ainda 48 cursos de especialização, sete mestrados, dois doutorados implantados e três em processo de implantação, além de um mestrado em rede que está em construção juntamente com as Universidades do Sistema Acafe. 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 27 de abril de 2018 às 21:22
Compartilhar Comente

Representantes do Observatório Social de Içara visitam a Unesc

Representantes do Observatório Social de Içara visitam a Unesc
Encontro ocorreu na tarde desta sexta-feira (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Representantes do Observatório Social de Içara visitaram à Universidade na tarde desta sexta-feira (27/4). O encontro ocorreu na reitoria e os membros do órgão foram recebidos pela chefe de gabinete da Unesc, Gisele Coelho Lopes.

O objetivo da visita foi de solicitar apoio da Universidade ao órgão de Içara. “A Unesc não é micro e sim macro. Acreditamos que junto com ela podemos criar grandes parcerias”, afirma o presidente do órgão no município de Içara, Renato Brígido.

“A Unesc está de portas abertas para o Observatório Social de Içara. O município é um grande parceiro da Universidade e acredito que teremos ótimas parcerias”, pondera a chefe de gabinete.

O Observatório Social de Içara realiza reuniões quinzenais e é composto por 12 membros. Atualmente a Unesc já realiza parcerias com os Observatórios de Criciúma, Morro da Fumaça e Cocal do Sul.

Também participaram do encontro, o vice-presidente Institucional e de Alianças, Valmor da Silva e o parceiro voluntário, Thiago Colombo.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 27 de abril de 2018 às 21:21
Compartilhar Comente

Metodologia para aumento da produtividade é tema de Aula Inaugural na Pós Unesc

Metodologia para aumento da produtividade é tema de Aula Inaugural na Pós Unesc
Doutor em Engenharia vai falar sobre Lean Manufacturing (Foto: Divulgação) Mais imagens

A Unesc recebe nesta quarta-feira (2/5) o doutor em Engenharia e consultor em Engenharia Industrial e Gestão da Produção Altair Flamarion Klippel, para a Aula Inaugural do MBA Engenharia e Gestão de Processos Produtivos da Universidade. Klippel vai falar sobre “Lean Manufacturing: Metodologia para o aumento da produtividade e redução dos custos operacionais nas organizações” às 19 horas na sala 16 do Bloco P. O evento é aberto ao público.

Doutor e mestre em Engenharia, Klippel é graduado em Engenharia de Minas, especialista em Gestão Empresarial e em Engenharia Econômica e da Produção. Faz projetos de consultoria de Engenharia da Produção em empresas de diversos segmentos industriais, é professor de cursos de Capacitação Tecnológica em conceitos de Engenharia de Produção “In Company” e de cursos de Pós-Graduação (MBA) em disciplinas de Engenharia de Produção em diversas instituições de ensino.

É um dos autores do livro “Uma revolução na produtividade: A gestão lucrativa dos postos de trabalho”, e autor de diversos artigos científicos, bem como tradutor e revisor técnico em diversos livros da Editora Bookman.

O curso

Com duração de 18 meses, o MBA tem aulas quinzenais as sextas-feiras, das 19 às 22 horas e aos sábados, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. É voltado para engenheiros, administradores, analistas, coordenadores e supervisores que atuam na gestão de processos em todos os setores e que desejem se aprofundar no conhecimento sobre as ferramentas de gerenciamento de processos.

Os interessados em fazer parte da nova turma do MBA Engenharia e Gestão de Processos Produtivos podem entrar em contato com o Setor de Pós-Graduação da Universidade pelo telefone (48) 3431-2626 ou pelo e-mail pos@unesc.net.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 30 de abril de 2018 às 08:00
Compartilhar Comente

Grupo Bem Viver com Alzheimer promove mais um encontro sobre cuidados

Grupo Bem Viver com Alzheimer promove mais um encontro sobre cuidados
Atenções relacionadas a Enfermagem é a temática desta edição (Foto: Divulgação) Mais imagens

O grupo Bem Viver com Alzheimer da Unesc continua promovendo encontros para buscar uma maior qualidade de vida aos portadores da doença. Neste sábado (28/4) os participantes vão debater a temática “Cuidados de Enfermagem para o paciente com Doença de Alzheimer”, ministrado pela enfermeira Adriana Borges Galdino. O evento, aberto a todos os interessados, ocorre na sala 7 do Bloco XXI-B.

A busca pelo bem viver

O projeto Bem Viver com Alzheimer busca, desde 2003, proporcionar assistência e conhecimentos sobre cuidados e qualidade de vida. Ele coloca em debate assuntos relevantes sobre a doença, orientando familiares e aos cuidadores. Seu objetivo é a melhoria no dia a dia e a melhor vivência com os aspectos do Alzheimer. São realizadas reuniões mensais, sempre no último sábado de cada mês

Mais informações pelo telefone (48) 3431-2652.

Atenção

A perda de memória, perda de noção do tempo, problemas para falar, afastamento dos familiares e da vida social podem apontar o início da doença.

A Doença de Alzheimer é um transtorno neurodegenerativo progressivo e fatal que se manifesta por deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 27 de abril de 2018 às 18:44
Compartilhar Comente (1)