Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Projeto de extensão discute tratamento adequado de resíduos na José Contim Portella

Projeto de extensão discute tratamento adequado de resíduos na José Contim Portella
Encontro desta quinta apresentou uma série de possibilidades a serem desenvolvidas Mais imagens

Discutir novas ações relacionadas ao tratamento adequado de resíduos sólidos, envolvendo coleta seletiva e reaproveitamento de material para produção de papel artesanal no ambiente escolar. Com este objetivo, a equipe do projeto de extensão da Unesc “Educação e gestão ambiental na Escola Municipal José Contim Portella e sua ampliação para a comunidade do entorno”, que integra o Programa Território Paulo Freire, participou da reunião pedagógica da escola nesta quinta-feira (20/4).

Na oportunidade, o coordenador do projeto, professor José Carlos Virtuoso, e a acadêmica bolsista Marina Pacheco Teixeira (Ciências Biológicas) apresentaram uma séria de possibilidades que poderão ser desenvolvidas no local. “Oficinas de reciclagem e confecção de papel artesanal são expedientes já desenvolvidos que deverão ser retomados, por indicação dos próprios docentes, os quais deverão inseri-los como conteúdo a ser trabalhado em sala de aula. Essas são iniciativas que já apresentaram bons resultados junto aos alunos das diversas turmas, das séries iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano)”, explicou Virtuoso.

Água da chuva já é utilizada

Sequência de projetos anteriores na José Contim Portella, a iniciativa extensionista já rendeu ao estabelecimento a implantação de um sistema de captação de água da chuva, cujo uso é destinado à lavação do pátio e rega das plantas. Da mesma forma, uma composteira recebe os resíduos orgânicos que viram húmus para aproveitamento no jardim. “Estamos muito motivados para dar sequência ao processo, que contribui muito para a sensibilização ecológica na escola”, disse a diretora, Simone Garcia Conceição de Sá.

O projeto, que utiliza conceitos de gestão ambiental como estratégia pedagógica de sensibilização, também contempla ações a serem desenvolvidas no conjunto Residencial Venezia, situado em frente à escola, no Bairro São Sebastião. Uma delas é o apoio para o correto gerenciamento de resíduos no condomínio, composto por 16 unidades habitacionais em que residem aproximadamente 1.300 pessoas. A equipe extensionista também tem a colaboração do professor Gustavo Zambrano e do bolsista Eduardo Fernandes Martinello (Engenharia Ambiental e Sanitária).

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

20 de abril de 2017 às 15:13
Compartilhar Comente

Turma de Pedagogia visita exposição Sistema Operacional da Existência

Turma de Pedagogia visita exposição Sistema Operacional da Existência
Acadêmicos conheceram obras do artista Yann Ziegler Mais imagens

Um encontro para reverenciar a natureza e o meio ambiente. Os calouros de Pedagogia da Unesc participaram de uma visita mediada à exposição Sistema Operacional da Existência, do artista Yann Ziegler. Os acadêmicos estiveram, na noite da última quarta-feira (19/4), no Espaço Cultural Toque de Arte da Unesc, vinculado ao Setor de Arte e Cultura,  durante a disciplina Fundamentos das Linguagens Artísticas, ministrada pela professora Edina Regina Baumer.

Os alunos conheceram as obras construídas com sucatas encontradas pelo artista. Nos trabalhos eles encontraram uma temática que busca, por meio do contato com a arte, promover a paz, a inclusão. O grupo recebeu a mediação da bolsista do Setor de Arte e Cultura Bruna Ribeiro.

O local da exposição pode ser encontrado no Hall do Bloco Administrativo da Universidade. As obras ficam disponíveis até o dia 26 de maio

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

20 de abril de 2017 às 11:37
Compartilhar Comente

Reitor é homenageado com “Mérito Viver Melhor”

Reitor é homenageado com “Mérito Viver Melhor”
Gildo Volpato recebeu o reconhecimento do Rotary Club de Criciúma (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

O reitor da Unesc, Gildo Volpato, recebeu na noite desta quarta-feira (19/4), o “Mérito Viver Melhor”, reconhecimento concedido pelo Rotary Club de Criciúma para profissionais que se destacam na comunidade pelo trabalho desenvolvido com ética, bem e paz, preceitos defendidos pela entidade. O evento comemorou os 69 anos de vida do Rotary Club Criciúma, completados neste mês.

Volpato foi um dos homenageados, juntamente com outros quatro profissionais que desempenham relevantes trabalhos em prol da comunidade. Do reitor da Unesc, foi destacado o trabalho desenvolvido pela Educação.

“É uma honra pessoal estar aqui representando a Unesc e receber esta deferência. Este Mérito é para todos que ajudam a Universidade cumprir o seu papel social. Porque além de formar profissionais, a Unesc tem o papel de colaborar com o desenvolvimento regional e na melhoria da sociedade”, comentou Volpato.

O presidente do Rotary Club Criciúma, Márcio Becker Pedroso, afirmou que a escolha pelos homenageados do “Mérito Viver Melhor” partiu da constatação das ações comunitárias que cada um desenvolve, seja na vida profissional ou pessoal. “Vocês mereceram essa honraria por fazerem a diferença”.

Além do reitor da Unesc, foram homenageados: Rita de Cássia Peruchi, administradora da Casa da Amizade; Nivaldo Canenvé, economista e rotariano; Elisane Fernandes, proprietária da Alcidino e Almir Fernandes, presidente da Cruz Vermelha.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 19 de abril de 2017 às 22:37
Compartilhar Comente

Alunos da Unesc reforçam produção, leitura e interpretação textual

Alunos da Unesc reforçam produção, leitura e interpretação textual
Ação é desenvolvida por meio de um projeto de extensão (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Estudantes da Unesc com dificuldades em produção, leitura e interpretação textual estão participando de um projeto de extensão na Universidade, com o intuito de fortalecer a prática. A ação, intitulada “Letramento como Estratégia de Formação para a Autonomia” iniciou nesta terça-feira (18/4).

“Esse primeiro encontro foi dedicado ao diálogo e a troca de experiências entre os bolsistas e os acadêmicos. O projeto é inspirado na proposta pedagógica de Freire, o qual afirma que ‘Quem sabe, sabe sobretudo que ninguém sabe tudo e que ninguém tudo ignora’”, comentou uma das coordenadoras do projeto, Daniela Arns Silveira.

O projeto também é coordenado pelo professor Ricardo Luiz de Bittencourt, além de ser aplicado pelas bolsistas Karine Goulart Schneider e Talyta Teixeira Thomé.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Mayra Antonio De Lima 19 de abril de 2017 às 20:04
Compartilhar Comente

Cultura Guarani em destaque na Unesc

Cultura Guarani em destaque na Unesc
Representantes da aldeia Nhu Porã participaram de uma roda de conversa (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O Museu de Zoologia da Unesc recebeu na tarde desta quarta-feira (19/4), Dia do Índio, 20 representantes da aldeia Guarani Nhu Porã, de Campo Bonito, Torres (RS) para uma roda de conversa sobre cultura indígena. Durante o evento, o cacique Mário Lopes falou sobre o modo de vida guarani e as crianças da aldeia, encantaram com canto tradicional da aldeia. Houve ainda uma exposição de peças do artesanato guarani.

O evento ocorreu no Bloco da Biblioteca, onde se localiza parte do acervo do Museu de Zoologia da Unesc dedicado à Mata Atlântica. Dessa maneira, os visitantes puderam visualizar a associação dos conhecimentos da cultura indígena com os animais da fauna regional.

“A roda de conversa abordou a respeitosa relação da comunidade indígena com os animais, além da cultura, seus costumes, arte, língua, alimentação e crenças dos índios Guarani”, comentou a coordenadora do Museu de Zoologia, Morgana Cirimbelli Gaidzinski.

O encontro teve a participação de estudantes do quarto e quinto anos do Colégio Unesc, acadêmicos de História e do Mestrado em Educação da Universidade, da socióloga Kátia Batista e dos professores da Unesc Renato Carola e João Batanolli. O evento foi uma parceria entre o Museu de Zoologia, o Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Minorias) e o Programa Ânima da Unesc.

Houve ainda a doação de alimentos para a aldeia, arrecadados durante uma campanha que contou com a participação dos funcionários e professores da Unesc, pelos alunos do Colégio Unesc e voluntários do Projeto Move in Christ da Comunidade Evangélica Nova Jerusalém.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Postado por: Milena Spilere Nandi 19 de abril de 2017 às 19:05
Compartilhar Comente