Setor de Comunicação Integrada

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Pesquisadores da Unesc registram memória da indústria carbonífera

Pesquisadores da Unesc registram memória da indústria carbonífera
Estudo realizado na região resultou em um livro (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Devido à importância da mineração na região Sul de Santa Catarina, um grupo de pesquisadores da Unesc mapeou e registrou aspectos ligados ao desenvolvimento da indústria carbonífera, como educação, transporte, religião, assistência, entretenimento e trabalho. A pesquisa deu origem à publicação “Memórias e Identidades: as estruturas carboníferas como patrimônio cultural de Santa Catarina”, que será distribuída a universidades, bibliotecas, arquivos públicos e escolas. O livro foi elaborado com recursos da Fapesc (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina), que apoiou o estudo na chamada realizada em parceria com o Sistema Acafe (Associação Catarinense das Fundações Educacionais), lançado em 2015.

O objetivo da pesquisa era promover conhecimentos sobre Patrimônio Cultural material relacionado ao ciclo do carvão em Santa Catarina, a fim de sensibilizar para sua preservação, já que se trata de uma atividade industrial de grande impacto, tanto para a urbanização dos municípios do Sul do Estado, quanto em relação ao meio ambiente. “Todo o complexo construído para a mineração foi, em seu tempo, considerado moderno. Porém, no capitalismo, o que é moderno hoje, amanhã é obsoleto.  Assim, inúmeras edificações foram abandonadas. Mapear essas estruturas é para nós, pesquisadores, uma forma de garantir certa apresentação das memórias associadas a esta atividade econômica”, explica a coordenadora do estudo, Marli de Oliveira Costa, professora do PPGE (Programa de Pós-Graduação em Educação) da Unesc.

A região pesquisada abarcou as cidades de Criciúma, Lauro Muller, Siderópolis, Capivari, Imbituba, Tubarão e Jaguaruna. Os pesquisadores utilizaram o Acervo do Grupo de Pesquisa Memória e Cultura do Carvão, que durante os anos de 2000 a 2010 organizou vasta documentação sobre o tema, atualmente disponível para consulta no Cedoc (Centro de Documentação e Memória da Unesc), além de documentos disponíveis no Centro de Memória da Educação do Sul de Santa Catarina.

Em visitas a campo para verificar as condições das estruturas registradas, os pesquisadores notaram que muitas delas estavam abandonadas, principalmente da Companhia Siderúrgica Nacional, e que outras haviam desaparecido, como caixas de embarque do carvão que possuíam arquitetura em madeira, perceptível em fotografias de 2003 e 2004.

A professora relata que a pesquisa foi importante para a garantia do direito à memória da indústria do carvão, que proporcionará conhecimento sobre essa atividade econômica, reconhecendo e difundindo esses bens como parte do patrimônio cultural de Santa Catarina.

A partir do estudo foram realizados três TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso), além de terem sido publicados cinco trabalhos em eventos nacionais e cinco artigos publicados em periódicos e revistas científicas nacionais.

A pesquisa teve ainda a participação do professor da Unesc Paulo Sérgio Osório e da geógrafa Susane da Costa Waschinewski.

*Fonte: Jéssica Trombini – Coordenadoria de Comunicação da Fapesc

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Assessoria de imprensa 23 de fevereiro de 2018 às 13:51
Compartilhar Comente

Profissionais da Psiquiatria e Psicologia podem atualizar conhecimentos na Unesc

Profissionais da Psiquiatria e Psicologia podem atualizar conhecimentos na Unesc
Capacitação vai abordar técnicas e teorias sobre o comportamento humano (Foto: Divulgação) Mais imagens

Os cursos de extensão da Unesc oferecem a possibilidade do profissional se atualizar e se destacar no mercado de trabalho. Um exemplo de possibilidades é a capacitação “Técnicas Avançadas de Terapia Cognitivo-Comportamental e Abordagens de Terceira Onda”, que está com inscrições abertas até o dia 28 de fevereiro.

No dia 3 de março, o professor Wilson Vieira Melo vai socializar seus conhecimentos sobre regularização emocional, aceitação, intervenções em situações de crise, risco de suicídio, momentos de atenção, terceira geração e outros assuntos relacionados à mente e ao comportamento.

Melo explica que as abordagens relacionadas à temática da capacitação possuem diversas teorias, e que o curso busca auxiliar no entendimento de cada uma. “O objetivo é de contribuir para a organização e entendimento, de uma maneira didática, prática e esclarecedora, para que servem as técnicas em terapia cognitiva e quais as suas principais aplicabilidades”, afirma.

O curso é destinado aos profissionais de Psicologia e Psiquiatria. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail sce@unesc.net ou no telefone 3431-2570.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Assessoria de imprensa 23 de fevereiro de 2018 às 09:39
Compartilhar Comente

Predestinado Tricolor: Unesc sorteia ingressos para Criciúma e Figueirense

Predestinado Tricolor: Unesc sorteia ingressos para Criciúma e Figueirense
Promoção dará sete ingressos para comunidade acadêmica (Foto: Divulgação) Mais imagens

O Criciúma entra em campo domingo (25/2) e a Unesc vai levar sete alunos, professores e funcionários para empurrar o Tigre no clássico diante do Figueirense. Para participar da promoção Predestinado Tricolor, basta enviar um e-mail para sorteiosecom@unesc.net com nome completo, curso ou setor e CPF, além de uma mensagem demostrando a vontade de torcer pelo Tigre.

Dos sete torcedores, dois vão receber ingressos físicos, com entrada determinada no portão 2. Já os outros cinco vão ter o nome em lista, com entrada determinada pelo portão 3, anunciando seus nomes e com um documento com fotos em mãos.

O sorteio ocorre na tarde desta sexta-feira (22/2), às 14 horas. A bola rola às 17 horas no estádio Heriberto Hülse. Os ingressos físicos deverão ser retirados na sala 9 do Bloco Administrativo, até 19 horas de sexta-feira, com um documento com foto em mãos.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 22 de fevereiro de 2018 às 17:53
Compartilhar Comente

CER Unesc debate inclusão com educadores de Balneário Gaivota

CER Unesc debate inclusão com educadores de Balneário Gaivota
Encontro ocorreu nesta quinta-feira (Fotos: Marcelo Camillo) Mais imagens

Educadores de Balneário Gaivota estiveram presentes na Escola Darcy Ribeiro para debater inclusão social nas escolas. A palestra foi um convite da Secretaria Municipal de Educação para a professora doutora Lisiane Tuon, que é coordenadora do Centro Especializado em Reabilitação e do Mestrado Profissional em Saúde Coletiva da Unesc.

Aproximadamente 80 profissionais de educação estiveram presentes no encontro, onde puderam dialogar e discutir sobre a temática da pessoa com deficiência, deficiência intelectual, deficiência motora e inclusão.

“É importante que os professores saibam como compreender a pessoa com deficiência dentro do ambiente escolar. Trabalhar a deficiência dentro das escolas é um desafio”, afirma Lisiane.

Com uma equipe multiprofissional, o Centro Especializado em Reabilitação da Unesc atende pessoas com deficiência física, intelectual e ostomia. Através dos encaminhamentos, mais de 50 mil pacientes já foram atendidos e reabilitados na unidade.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Assessoria de imprensa 22 de fevereiro de 2018 às 17:13
Compartilhar Comente

Mostre seu talento na Unesc

Mostre seu talento na Unesc
Universidade cede um espaço aos artistas locais todas as quintas (Foto: Divulgação) Mais imagens

O projeto Quintas Culturais inicia mais um ano dando oportunidades para talentos na Unesc. A Universidade oferece um espaço para artistas da comunidade, alunos, professores e funcionários mostrarem suas habilidades em apresentações individuais ou em grupo, durante todo o semestre, nas quintas-feiras.

A coordenadora do Setor Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, afirma que a iniciativa vem despertando cada vez mais interesse dos jovens universitários pelas manifestações culturais. “Em 2017 o Arte e Cultura registrou 34 apresentações, envolvendo 100 pessoas e atendendo um público de aproximadamente 4.000 apreciadores, dentro da comunidade acadêmica”, afirma.

Ela ressalta ainda que as apresentações oferecem um ganho na vida acadêmica dos alunos. “Dinamizar o momento da Universidade, equilibrando o estudo com a apreciação cultural pode ser significativo na qualidade dentro da Unesc”, destaca.

As apresentações ocorrem no palco dos blocos XXI, com performances na música, no teatro, na dança, na poesia e outras diversas manifestações artísticas.

Os interessados em demonstrar seu talento podem entrar em contato com o Setor de Arte e Cultura, na sala 11 do Bloco P ou no e-mail cultura@unesc.net e telefone (48) 3431-2622.

O projeto é uma iniciativa do Setor Arte e Cultura e está vinculado à Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

22 de fevereiro de 2018 às 16:20
Compartilhar Comente