Alumni

Estudantes de Engenharia Ambiental e Sanitária trocam experiências com egressos

Estudantes de Engenharia Ambiental e Sanitária trocam experiências com egressos
Atividade fez parte da 14ª Semana de Meio Ambiente e Valores Humanos (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

As comemorações do aniversário de 20 anos do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unesc iniciaram na manhã desta quarta-feira (5/6) com conhecimentos e trocas de experiências. A mesa redonda, com o tema “Desafios e oportunidades do engenheiro ambiental e sanitarista no mundo contemporâneo", reuniu egressos da Universidade com atuação de destaque para dialogar com os estudantes e apresentar a realidade da área.

“O dia 5 de junho é uma data especial. Hoje comemoramos o Dia do Meio Ambiente e iniciamos uma programação especial em homenagem ao curso. Para o primeiro encontro, reunimos engenheiros ambientais de diferentes áreas para compartilhar momentos vividos na profissão e apresentar as ricas oportunidades que se apresentaram em suas trajetórias”, destaca a coordenadora do curso, Paula Tramontim Pavei.

O encontro contou com a presença do presidente da Comissão de Meio Ambiente e Valores Humanos da UniversidadeCarlyle Torres Bezerra de Menezes, que foi o primeiro coordenador e um dos idealizadores do curso. Para ele, a troca de informações entre egressos e acadêmicos é um momento importante e que se valoriza diante de uma data especial como os 20 anos.

Palestrantes

  • Luiz Henrique da Silva – experiência na área de gestão ambiental, tratamento de efluentes e rejeitos de mineração do carvão.
  • Patrícia Darolt da Costa – Mestre em Ciências Ambientais, atua no desenvolvimento de gestão e controle de licenças e condicionantes ambientais. É empreendedora, tesoureira na ACEAMB (Associação Catarinense de Engenharia Ambiental) e inspetora do Crea SC (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina).
  • Émilin Casagrande de Souza – Vicência nas áreas de saneamento ambiental, gestão ambiental, resíduos sólidos, modelagem matemática de rompimento de barragens e geoprocessamento. Também é consultora e trabalha com licença ambiental e modelagem hidrológica.
  • Lara Possamai Wesler – Engenheira ambiental no Ima (Instituto do Meio Ambiente).
  • Monique Demarch – Com experiência em negócios de impacto, participou via web conferencia e abordou a engenharia e suas interdisciplinaridades.

O curso

Com momentos que marcaram a história da Unesc, o curso de Engenharia Ambiental e Sanitária foi criado em 1998 para suprir a necessidade de profissionais com expertise, em uma região de grande exploração do meio ambiente. “O engenheiro ambiental e sanitarista tem uma outra visão sobre o espaço que ocupa. Ele é um profissional que não pensa apenas em si, mas se preocupa com a natureza, com as pessoas e com a qualidade de vida na comunidade”, afirma Paula.

Até o segundo semestre de 2018, mais de 470 profissionais da área foram formados na Universidade, sendo 11 vindos de outros países. Em sua trajetória, mais de 500 trabalhos de pesquisa e de extensão na comunidade já passaram pelas mãos de estudantes do curso, em temas como recuperação de áreas degradadas, planos de saneamentos, estudos de impacto ambiental e monitoramentos.

Segundo a coordenadora, a Engenharia Ambiental e Sanitária também foi pioneira na criação da primeira empresa júnior federada da Instituição, a Eco Júnior. “A inovação, o engajamento, o espirito de equipe, os aprendizados, a solidariedade, as amizades e as novas histórias são o que nos motivam para os próximos 20 anos”, ressalta.

A atividade proposta nesta quarta-feira fez parte da programação da 14ª Semana de Meio Ambiente e Valores Humanos. A coordenadora adjunta, Marta Valéria Guimarães de Souza Hoffman, e o presidente do Centro Acadêmico, Eduardo Martinello, também estiveram presentes.

Leonardo Ferreira – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 05 de junho de 2019 às 11:10
Compartilhar Comente

Semana Acadêmica de Artes Visuais e Teatro inicia com troca de experiências

Semana Acadêmica de Artes Visuais e Teatro inicia com troca de experiências
Objetivo é promover a integração entre estudantes, professores, egressos e profissionais (Fotos: Mayara Cardoso/Unesc) Mais imagens

Muita conversa e troca de experiências nos dois primeiros dias da 2ª Semana Acadêmica dos cursos de Artes Visuais e Teatro. O primeiro dia de evento, segunda-feira (20/5), foi marcado por um bate-papo com o Erro Grupo, de Florianópolis. Na terça-feira (21/5), foi a vez de dialogar com egressos dos cursos e com professores de teatro da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina).

Até sexta-feira (24/5), a Semana contará com mais cinco atividades. O objetivo é promover a integração entre estudantes, professores, egressos e profissionais de destaque das áreas.

Nós estamos trabalhando agora

A arte vai muito além do resultado final e é esta conexão que os organizadores da Semana querem fazer entre o evento e o projeto “Nós estamos trabalhando agora”. A busca é por destacar processos artísticos na criação artística. A montagem, resultado de encontros realizados no projeto Pretexto, promovido pelo Sesc (Serviço Social do Comércio), pode ser encontrada na Sala Edi Balod da Unesc.

Conheça o Erro Grupo

Criado em 2001, o Grupo experimenta a arte como intervenção no cotidiano, usando os espaços públicos como campo de atuação. Com 16 anos dedicados ao teatro de rua e as performances, o Erro pesquisa a união das linguagens artísticas, o indivíduo e o compartilhamento da arte no do dia a dia na cidade, na paisagem urbana e nos meios de comunicação.

Até o fim do evento, os estudantes ainda podem participar de oficinas de cinema, lambe-lambe e tatuagem. A Semana será encerrada com o Dia de Folga e de Praia, um encontro especial na Praça do Estudante, a partir das 19 horas.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 22 de maio de 2019 às 16:28
Compartilhar Comente

Egressa de Letras compartilha experiências com acadêmicos

Egressa de Letras compartilha experiências com acadêmicos
Conversa foi realizada com estudantes da terceira e quinta fase da graduação (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Os alunos do curso de Letras da Unesc tiveram uma tarde diferente nesta sexta-feira (3/5). Durante um bate papo com a egressa, Tatiane Depieri, os estudantes conheceram a trajetória da palestrante, que atua em Londres, e puderam aprender sobre oportunidades de estudar e trabalhar fora do Brasil. “Ela tem um case profissional de destaque, com formação em mestrado e atuação como professora na Inglaterra. A ideia desta troca de experiências é que Tatiane compartilhe um pouco de sua vivência e fomente novas buscas aos acadêmicos”, explicou o coordenador do curso, Carlos Arcângelo Schlickmann.

A conversa foi realizada com estudantes da terceira e quinta fase da graduação e acompanhada pelo coordenador adjunto, Richarles Souza de Carvalho, e pelas professoras, Cibele Freitas e Daniela Arns Silveira.

Tatiane, formada no curso de Letras da Unesc, em 2011, contou com experiências acadêmicas e profissionais na Inglaterra e na Irlanda. Segundo ela, iniciar a graduação na Universidade em 2005 foi uma importante base para os desafios que se apresentaram. “Me abriu portas e horizontes. Com uma nova visão da profissão e das possibilidades, pude ir atrás de meu sonho, de morar fora do país”, conta.

Experiências

  • Iniciou a graduação na Unesc em 2005. Atuou como professora de Inglês no Yazigi enquanto estudante da Universidade;
  • Após dois anos de curso, interrompeu a graduação para vivenciar experiências em Dublin, capital da Irlanda;
  • Voltou para o Brasil e concluiu o curso em 2011;
  • Após formar-se, buscou uma vida em Londres. Duas semanas após chegar na Inglaterra, recebeu sua primeira oportunidade como professora para estrangeiros, na Kaplan Internacional Colleges;
  • Especializou-se e passou a atuar em questões administrativas da Kaplan;
  • Em 2018, concluiu mestrado em Linguística Aplicada e Ensino de Língua Inglesa;
  • Em 2019, atuará como professora de mestrado na King's College, em Londres.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 03 de maio de 2019 às 18:01
Compartilhar Comente

Unesc é mais uma vez reconhecida com o Prêmio Ímpar

Unesc é mais uma vez reconhecida com o Prêmio Ímpar
Instituição ganha novamente na categoria Faculdade ou Universidade (Fotos: Ric TV Record) Mais imagens

A Unesc foi mais uma vez reconhecida como a Universidade que mais é lembrada e tem maior afinidade com a sociedade do Extremo Sul de Santa Catarina. A Universidade ganhou mais uma vez, na tarde desta quinta-feira (13/12), o Prêmio Ímpar 2018 na categoria Faculdade ou Universidade. A titulação é reconhecida por meio de uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência e o prêmio é oferecido pela RIC TV Record.

Na 11ª edição, o Prêmio Ímpar busca premiar as instituições, empresas e organizações que desenvolvem maior afinidade com a sociedade no Estado. A pesquisa, realizada em parceria com o Ibope Inteligência, mostra o resultado da lembrança e da preferência dos catarinenses. Na categoria Faculdade ou Universidade, a Unesc foi a Universidade mais lembrada pela população da região Extremo Sul.

O prêmio foi entregue ao vice-reitor, Daniel Preve. De acordo com ele, esse é o reconhecimento de muitas mãos. “É um reconhecimento de todo o trabalho acadêmico dos professores, dos alunos e da gestão, em tornar e colocar a Unesc como a mais reconhecida e lembrada na região. Isso é motivado pela excelência acadêmica, através do tripé institucional, que é o ensino, a pesquisa e a extensão”, comenta.

As marcas são divididas pelas regiões Estaduais: Grande Florianópolis, Foz do Itajaí, Vale do Itajaí, Norte, extremo Sul, Meio e Extremo Oeste.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 13 de dezembro de 2018 às 16:37
Compartilhar Comente

MINTER PPGDS: Mestrado Interinstitucional em Desenvolvimento Socioeconômico está com inscrições abertas

MINTER PPGDS: Mestrado Interinstitucional em Desenvolvimento Socioeconômico está com inscrições abertas
Curso interdisciplinar é oferecido em parceria entre a Unesc e a Faculdade Mario Quintana, de Porto Alegre (Foto: Divulgação) Mais imagens

Ofertando pela primeira vez a oportunidade de ingresso para Turma Especial de Minter (Mestrado Interinstitucional), o PPGDS (Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico) da Unesc está com inscrições abertas. O curso é ofertado em parceria entre a Universidade do Extremo Sul Catarinense, IES (Instituto de Ensino Superio) promotor, e a Faculdade Mario Quintana (FAMAQUI), IES receptor. O desfecho de seis meses de tratativas e preparação, que contaram com reuniões e assinatura de convênio entre as IES, se deu com a homologação da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), que autorizou o início do Minter em Porto Alegre. 

As vagas estão abertas para formados em cursos das áreas de Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas, além de demais graduados, como Bacharéis, Tecnólogos ou Licenciados, em áreas afins. Conforme o coordenador do projeto, Miguelangelo Gianezini, as aulas serão ministradas em regime concentrado, no campus central da FAMAQUI, na cidade de Porto Alegre, com calendário diferenciado em relação à oferta tradicional do PPGDS em Criciúma.

De acordo com o professor, a parceria com a Faculdade Mario Quintana foi recebida com boa expectativa na Unesc, já que a oferta deste Minter se justifica por três grandes motivos "Primeiro porque mesmo que haja diversos mestrados em Porto Alegre, ainda são poucos os interdisciplinares e não há nenhum em Desenvolvimento Socioeconômico, bem como não há oferta de pós-graduação stricto sensu por uma IES comunitária como a Unesc. Segundo porque, para a FAMAQUI, o Minter pode contribuir na formação de docentes, técnicos e egressos, fortalecendo a própria IES na pesquisa e qualificação profissional. E por fim porque esse Minter possibilitará maior projeção e consolidação do PPGDS e da própria Unesc, principalmente ao formar mestres que podem auxiliar no Desenvolvimento Socioeconômico de outras regiões com uma formação comunitária", destacou.

A duração do Programa, conforme Gianezini, é a mesma da oferta regular, sendo de até dois anos para que o mestrando conclua seus estudos. Ao longo do período o estudante precisará participar de duas a quatro visitas à Unesc para eventos como congressos e seminários e, por fim, apresentar na Universidade em Criciúma sua defesa de Dissertação.

Serão disponibilizadas 24 vagas para ingresso no Minter, o qual ocorrerá no ano de 2018 a 2020. O período para inscrição, avaliação e entrevista, podendo ser presencial ou a distância, em fluxo contínuo, segue até às 12h de 27 de novembro de 2018.

Mais informações sobre o Programa podem ser obtidas no site da Unesc, na aba “Processos Seletivos” ou pelo telefone (48) 3431-2624.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 08 de novembro de 2018 às 16:05
Compartilhar Comente (2)