AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Inovação marca a 1ª Gincana Virtual do curso de Fisioterapia da Unesc

Inovação marca a 1ª Gincana Virtual do curso de Fisioterapia da Unesc
Evento se tornou uma tradição entre os estudantes e não passou em branco (Foto: Divulgação) Mais imagens

A inovação vem sendo a resposta para os desafios encontrados diante da pandemia. No curso de Fisioterapia da Unesc, ela está presente nos mais diversos momentos. Um bom exemplo ocorreu nesta sexta-feira (16/10). A 1ª Gincana Virtual do curso desafiou os estudantes em inúmeros momentos, e a resposta foi a criatividade unida ao conhecimento técnico. 

A cada ano que passa a Gincana do curso se consolida como uma tradição, e neste ano o empenho para vencer desafio diante da não presencialidade foi coroado. Entre as provas, a criação de máscaras com adaptações, informações de saúde e personalizações. Em destaque, a turma da terceira fase do curso reproduziu um acessório que permite aos deficientes auditivos ler os lábios de quem usa, além de outros benefícios à acessibilidade. 

A máscara faz parte do vestuário diário do fisioteraputa, do professor e do estudante atualmente, e o novo equipamento foi produzido de maneira totalmente funcional.  “Os estudantes foram atrás, pesquisaram para ver máscaras diferentes e que tivessem utilidade, pensando em pessoas com deficiência. Este exemplo permite que quem tem dificuldade auditiva visualize os lábios de quem utiliza, e assim possibilitando uma leitura labial que com uma máscara comum não é possível fazer”, explicou a professora Évelin Vicente.

O desafio, conforme a professora, contribuiu para o enfrentamento da pandemia, dando visibilidade a equipamentos que podem agregar à proteção de cada um, e à formação do estudante, transformando a experiência universitária. “Ter consciência da importância da acessibilidade e inclusão social é essencial para qualquer estudante, seja qual for sua área. Isso é uma preocupação que deve fazer parte de todas as pessoas, da comunidade em geral”, afirmou. “Aqui na Universidade temos essa preocupação, que contribui para um olhar diferenciado sobre as necessidades da comunidade, de forma integral e,  portanto, mais humana. A instituição oferece um ambiente desafiador, que permite o desenvolvimento biopsicossocial, através de diversas atividades que vão além da sala de aula”, completou. 

Mesmo diante do desafio da não presencialidade, a Gincana buscou promover a integralização de todas as fases do curso, diversão, conhecimento e cultura, mantendo todas as normas de biossegurança necessárias no momento. O evento contou com o apoio do Centro Acadêmico do curso, representado pelo presidente Evandro Hendz de Jesus, da coordenação, representada pela coordenadora Ariete Inês Minetto, e do professor Lee Gi Fan Althoff.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

17 de outubro de 2020 às 14:36
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito