AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Mestranda da Unesc é uma das representantes do Sul do Estado na 16ª Conferência Nacional de Saúde

Mestranda da Unesc é uma das representantes do Sul do Estado na 16ª Conferência Nacional de Saúde
Carine dos Santos Cardoso é enfermeira em Sombrio e aluna do Mestrado em Saúde Coletiva (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

A aluna do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Unesc), Carine dos Santos Cardoso, é um dos quatro profissionais que representarão as regiões da Amurel, da Amrec e da Amesc na 8ª Conferência Nacional de Saúde, de 4 a 7 de agosto, em Brasília. A enfermeira de Sombrio foi eleita uma das representantes da macrorregião durante a 8ª Conferência Estadual, que ocorreu de 4 a 6 de junho, em Florianópolis.

Carine trabalha na Estratégia de Saúde da Família de Sombrio há dez anos e possui especializações em Urgência e Emergência, na Unesc, Saúde da Família, pela UFSC, e Gestão Clínica nas Regiões de Saúde, pelo Hospital Sírio Libanês. É mestranda em Saúde Coletiva na Unesc desde o início de 2019.

Ela colaborou com a organização da Conferência Municipal de Saúde de Sombrio, em março de 2019, e foi ministrante de um encontro sobre “Saúde como Direito”. Foi eleita delegada e participou da 8ª Conferência Estadual de Saúde, que teve como tema central “Democracia e Saúde”. “Tive a possibilidade de conhecer outras realidades e ter contato com profissionais de outros municípios. Isso é enriquecedor”, comenta Carine. “Quando a gente faz o que ama, fica feliz em participar. O amor à minha profissão e ao SUS é o que me move”, complementa.

As 6 mil propostas encaminhadas pelos diferentes municípios catarinenses passaram por uma triagem e 300 foram avaliadas durante a Conferência Estadual. Elas foram divididas nos eixos: “Saúde como Direito”, “Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde” e “Financiamento adequado e suficiente para o SUS”.

Por incentivo dos colegas da Conferência, Carine se candidatou para participar da etapa nacional. Para o evento, que ocorrerá em Brasília, Santa Catarina será representada por 80 delegados, sendo 40 usuários do SUS e as outras 40 pessoas divididas em 20 profissionais de saúde (Carine se enquadra nesse grupo e será uma das quatro profissionais da Amurel, Amrec e Amesc), dez gestores e dez prestadores de serviço.

“Aqui fazemos saúde coletiva e não é por acaso. É que somos apaixonados pelo Sistema Único de Saúde e o meu papel na Conferência é defender o SUS, que é um patrimônio do cidadão brasileiro. Irei representar a Unesc e vamos defender as propostas de saúde para a nossa região”, afirma Carine.

Propostas como criação de políticas públicas para o financiamento em saúde, a inserção de outros profissionais na atenção básica, atenção para a política de saúde mental serão levadas para o evento nacional. “Quero me reunir com os professores do Mestrado para verificar quais das propostas elencadas podemos levar para a Conferencia Nacional”. 

Espaço democrático

O professor do PPGSCol, Jacks Soratto, afirma que as conferências de saúde municipal, estadual e nacional são um espaço de participação nas decisões do SUS. “A Conferência ocorre a cada quatro anos e essa é especial porque ela é a 16ª e tem como título “8 + 8” Democracia e Saúde", em alusão à 8ª Conferência Nacional de Saúde, que foi realizada em 1986 e foi um marco histórico no Brasil para a garantia do direito à saúde”, afirma.

Ainda, para a coordenadora do Mestrado em Saúde Coletiva, professora Cristiane Damiani Tomasi “a participação de Carine no evento nacional é motivo de orgulho para colegas e professores, uma vez que o PPGSCol objetiva a formação de mestres em Saúde Coletiva, profissionais esses, comprometidos com a qualidade da assistência e com a defesa do SUS”.

Milena Nandi - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

12 de junho de 2019 às 09:49
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito