AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Espaço Cultural Toque de Arte recebe exposição Conexão Treze Raízes

Espaço Cultural Toque de Arte recebe exposição Conexão Treze Raízes
Obras expostas no hall do Bloco Administrativo são de autoria do artista Wagner da Silva (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Obras que retratam diversos aspectos da cidade de Treze de Maio, suas belezas e peculiaridades, estão expostas no Espaço Cultural Toque de Arte, no hall do Bloco Administrativo da Unesc. As telas são de autoria do artista Wagner da Silva, que lembra, por meio delas, os anos que passou na terra natal. A abertura da exposição, intitulada de Conexão Treze Raízes, foi realizada em cerimônia especial na noite de quarta-feira (19/9) com a presença do artista, acadêmicos, colaboradores, professores e comunidade em geral.

Para Wagner, o sentimento ao ter suas obras expostas na Universidade é de muita gratidão. “A arte sempre esteve presente de alguma forma em minha vida e estar participando desse momento, por meio dela, é muito gratificante. Ser artista é uma missão importante para a sociedade porque se cumpre o papel de levar brilho e graça à vida das pessoas. Isso não tem preço”, comentou.

Entre seus agradecimentos, Wagner citou sua família, Deus e todos que fizeram parte da sua caminhada, fazendo referência especial à professora Marlene Just. “Sou muito grato por todos os ensinamentos e por ter sempre me encaminhado para esse caminho da luz”, completou.

Para a coordenadora do Setor de Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, é uma honra receber a exposição Conexão Treze Raízes no espaço pluricultural disponibilizado na Universidade. “Ter esse espaço dentro da Unesc é ter espaço para a comunidade, é ter espaço para o novo. Especialmente nesse momento de crise política, econômica e cultural, em que a cultura está se perdendo de uma forma irreversível através do descaso, temos que valorizar essas expressões e parar para pensar no nosso papel diante disso. Aproveitemos o momento para refletir com seriedade sobre o que estamos fazendo com nossa história, memória e cultura”, destacou.

Antes do evento oficial, o autor das peças teve uma conversa com alunos da 6ª fase do curso de Artes Visuais. Participaram ainda da abertura da exposição, a Cia de Dança Unesc e o grupo musical Eco di Venessia.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 20 de setembro de 2018 às 15:19
Compartilhar Comente

Unesc é sede de reunião descentralizada do Conselho Estadual de Cultura

Unesc é sede de reunião descentralizada do Conselho Estadual de Cultura
Encontro ocorreu nesta terça-feira com a presença de lideranças da área (Foto: Milena Nandi) Mais imagens

Preservação do patrimônio, implantação do Sistema Estadual de Cultura e mecanismos de financiamento da cultura, estiveram entre os assuntos debatidos na tarde desta terça-feira (18/9) na Unesc, durante a reunião descentralizada do Conselho Estadual de Cultura de Santa Catarina. O encontro reuniu estudantes, professores, artistas e gestores culturais que tiraram dúvidas e expuseram seus problemas e necessidades aos representantes do Conselho Estadual de Cultura, realizadores da reunião.

O presidente do Conselho Estadual de Cultura, Marcondes Marchetti, afirma que a cultura é componente fundamental da vida e da cidadania. Segundo ele, Criciúma já foi polo cultural na região e em Santa Catarina e tem que retomar essa condição. “Algumas iniciativas podem ser rapidamente deflagradas, como a liberação dos recursos orçamentários que estão previstos para o Fundo Municipal de Cultura, que se propõe a realizar o edital municipal de cultura. Por meio desse edital será possível detectar ações dentro da economia criativa e do empreendedorismo cultural que vem dando um belo exemplo”, afirma. Marchetti citou ainda, a criação da lei do mecenato como uma alternativa para o financiamento de projetos culturais.

Marchetti ainda falou sobre as características do Sul do Estado quando o assunto é cultura. De acordo com o presidente do Conselho, o Sul se destaca pela dinâmica e diversidade de trabalhos. Ele elogiou a iniciativa do pagamento de cachê cultural em eventos como o Unesc em Dança. “Acabei de saber que no Unesc em Dança, todos os artistas recebem cachê. Isso é importante e contém a organização econômica do processo. Ações assim permitem que o artista trabalhe, receba e possa construir sua carreira”. 

A reunião descentralizada foi incluída na programação da 25ª Semana Acadêmica de Ciências Contábeis da Unesc e trouxe ainda, apresentações artísticas e culturais; painéis sobre “Mecenato Municipal e Estadual: Mecanismos de Financiamento da Cultura”, com o membro do Conselho Estadual de Cultura Marcelo Seixas; sobre “Preservação do Patrimônio e da Passagem Cultural”, com a conselheira estadual de Cultura Betina Adams; entrega da Carta Aberta do Fórum Dança Sul de Santa Catarina; apresentação do Mapacultural.SC; debate sobre a implantação do Sistema Estadual de Cultura. O evento encerra com um ensaio aberto do Coral Unesc.

O encontro contou com a participação do presidente da Fundação Cultural de Criciúma, Serginho Zappelini; do presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Criciúma, Ismail Ahmad; do presidente da Amrec, Hélio Cesa; da assessora da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Sheila Martignago Saleh; da coordenadora do curso de Ciências Contábeis da Universidade, Milla Lúcia Guimarães; da coordenadora do Setor de Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig e do produtor cultural do Setor de Arte e Cultura da Universidade e representante do conselho, Maxwell Sandeer Flor.  

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 18 de setembro de 2018 às 17:45
Compartilhar Comente

Professor participante do Polo Arte na Escola Unesc recebe maior prêmio de arte-educação do Brasil

Professor participante do Polo Arte na Escola Unesc recebe maior prêmio de arte-educação do Brasil
Universidade já teve vencedores na premiação e recebe notícia com festa (Foto: Mayara Cardoso) Mais imagens

Focado em identificar projetos transformadores no ensino de Artes no Brasil, o Prêmio Arte na Escola Cidadã, maior prêmio de arte-educação do Brasil, voltado exclusivamente para professores da disciplina, teve um professor do Polo Arte na Escola Unesc como destaque em uma das categorias da edição 2018.

Marcos Santos foi o vencedor da categoria EJA (Educação de Jovens e Adultos), com o projeto "Autorretratos: tecendo histórias e memórias nas aulas de Artes da Educação de Adultos", realizado na Escola Centro de Educação de Jovens e Adultos, em Criciúma. Com a vitória, o nome da cidade e de Santa Catarina figuraram entre os vencedores em meio a cidades como: Vitória (ES), Lauro de Freitas (BA), Santana de Parnaíba (SP) e São Paulo (SP).

Conforme a coordenadora geral do projeto Arte na Escola Polo Unesc, professora Silemar Maria de Medeiros da Silva, o setor está em festa. “O projeto reúne de forma permanente professores da disciplina para encontros de formação e contribui para a qualificação do ensino em toda a região, e ter um profissional do nosso meio reconhecido em um prêmio como esse é uma conquista que estampa o trabalho de Extensão da Unesc nesses 50 anos”, salientou.

Para a professora, a arte e a educação são transformadoras e sua importância deve ser reconhecida. “Hoje, mais do que nunca, a arte é necessária para construir estrutura emocional e cognitiva que dê sentido ao diálogo com diferentes realidades. O trabalho pelo professor Marcos se encaixa nesse papel e nos traz muito orgulho com a premiação”, destacou.

A entrega do prêmio ao professor e ao Polo Arte na Escola Unesc será realizada em São Paulo, no dia 28 de novembro, com a presença dos profissionais vencedores e da coordenação de seus polos, além de representantes do Ministério da Educação. No total o país conta atualmente com 38 locais considerados Polo Arte na Escola.

Representar a Unesc no evento, de acordo com Silemar, será uma satisfação, já que a Universidade e seus gestores acreditam no projeto há 23 anos e, dessa forma, contribuem de forma significativa para sua manutenção e evolução.

Registro

A equipe nacional do projeto estará em Criciúma nas próximas semanas para uma gravação que irá descrever o projeto realizado pelo professor vencedor. O material será disponibilizado em DVD, assim como nas edições anteriores, e servirá como material didático e inspiração para atividades a serem realizadas em todo o país.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Arte na Escola Cidadã é realizado há 18 anos pelo Instituto Arte na Escola e tem a missão de incentivar os mais de 500 mil professores de Arte do país, reconhecendo e dando visibilidade para projetos que guardam em si a potência de transformar alunos, cidadãos, comunidades.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 18 de setembro de 2018 às 17:04
Compartilhar Comente

Comissão do Unesc em Dança de 2018 é nomeada

Comissão do Unesc em Dança de 2018 é nomeada
Grupo será responsável pela execução do evento (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

A Reitoria da Unesc entregou, na tarde desta segunda-feira (17/9), uma portaria que constituiu a comissão responsável pela execução do Unesc em Dança de 2018. O evento, que está na sua 19ª edição, ocorrerá entre os dias 18 a 20 de outubro, em Criciúma.

O evento é uma realização da Universidade e Ministério da Cultura e tem como objetivo apresentar um panorama da dança, sob o aspecto não competitivo, buscando o aprimoramento técnico e artístico, garantindo o caráter didático pedagógico, contribuindo para o fortalecimento da linguagem da dança, formação de plateia e valorização da arte e da cultura.

De acordo com a pró-reitora Acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, o festival já se tornou histórico na região. “Ele é um projeto consolidado e ter o envolvimento da Universidade é essencial. Além do mais, a Unesc tem um compromisso com a cultura”.

Para a coordenadora do Setor de Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, é importante reunir outros setores da Universidade no projeto. “Ter outras áreas ajudando na realização, será essencial. Essa comissão fará com que o evento tome proporções maiores e que seja novamente um grande evento”, comenta.

Saiba mais sobre o 19º Unesc em Dança

Conheça os membros da comissão:

- Amalhene Baesso Reddig – Coordenação Geral;
- Maxwell Sandeer Flôr e Viviane Maria Candiotto – Coordenação Técnica;
- Laênio José Ghisi – Coordenação de Cerimonial;
- Gisele Silveira Coelho Lopes – Reitoria;
- Rogério Antônio Casagrande – Assessoria de TI (Tecnologia de Inovação);
- Ana Sofia Schuster – Coordenação de Imprensa, Comunicação e Marketing;
- João Carlos Medeiros Rodrigues Junior – Assessoria Jurídica;
- Janir de Quadra Paim – Assessoria Financeira;
- Henrique Vargas – Escritório de Negócios;
- Marcio Vito – Coordenação de Infraestrutura, Projetos e Obras;
- Elisangela Machado – Coordenação de Segurança, Transporte, Logística e Limpeza;
- Perla Sabrina Rodrigues – Coordenação de Ambientação;
- Lorete Tasca Marcos – Coordenação de Recepção;
- Alice da Silva Meis – Secretária Geral.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

17 de setembro de 2018 às 16:19
Compartilhar Comente

Unesc em Dança: Em 2018, festival traz surpresa de renome internacional ao público

Unesc em Dança: Em 2018, festival traz surpresa de renome internacional ao público
Bailarina Ana Botafogo vai estar na abertura do evento, dia 18 de outubro (Foto: Revista Evidência) Mais imagens

“Eu já não lembro mais da minha vida sem a dança. Ela sempre me proporcionou foco e me mostrou que, para qualquer coisa, é necessário ter determinação para que a gente possa superar os desafios da carreira”. A fala é de Ana Botafogo, primeira bailarina e diretora artística do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e a convidada especial da 19ª edição do Unesc em Dança. Bailarina de renome internacional e referência quando o assunto é dança, Ana estará em Criciúma especialmente para o evento, considerado o maior festival do gênero no Sul de Santa Catarina.

Ana Botafogo estará na abertura do evento, no dia 18 de outubro, que ocorre a partir das 19 horas no Teatro Municipal Elias Angeloni, em Criciúma. A palestra da bailarina, na qual fala sobre o desafio de viver para dançar, as dores e sacrifícios que um bailarino faz para levar toda a beleza lúdica, encanto e leveza ao público, está marcada para às 20 horas, após apresentações com grupos de dança convidados.

O objetivo do 19º Unesc em Dança, uma realização da Universidade e Ministério da Cultura, é apresentar o panorama da dança, sob o aspecto não competitivo, buscando o aprimoramento técnico e artístico, garantindo o caráter didático pedagógico, contribuindo para o fortalecimento da linguagem da dança, formação de plateia e valorização da arte e da cultura.

Para isso, tem uma programação com apresentações gratuitas e abertas ao público em geral nas mostras Infanto-juvenil e Sênior, com a participação de bailarinos de diversos estados brasileiros, a partir dos sete anos de idade. O evento também traz palestras e cinco Oficinas de Dança, abertas para comunidade interessada.

A coordenadora do Setor de Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, afirma que a produção do projeto cultural, Unesc em Dança, é feita em várias etapas e envolve muitos profissionais e parceiros: bailarinos e bailarinas, captadores, patrocinadores, curadores, palestrantes, iluminadores, oficineiros, equipe de fotografia e filmagem entre outros. “Pensamos na cultura como possibilidade de formação cultural e ainda como oportunidade para profissionalização de pessoas”, afirma Amalhene.

Inscrições abertas

O evento está em fase de inscrições de grupos e trabalhos coreográficos. Os interessados em mostrar o seu trabalho, podem se inscrever até o dia 1º de outubro. Um dos diferenciais do Unesc em Dança, é o cachê cultural, pago a todos os bailarinos participantes.

O produtor cultural do Setor de Arte e Cultura da Unesc, Maxwell Sandeer Flor, explica que o processo de inscrições inicia com a análise técnica dos vídeos, com as coreografias dos grupos de dança de interesse. A comissão curatorial fará a seleção por meio de análise técnica e artística conforme o que estabelece o edital.

Programação

O festival ainda está em fase de escolha das coreografias que vão ser apresentadas no palco do Unesc em Dança, mas já apresenta nomes confirmados para as oficinas e espetáculos.

Profissionais como Rodrigo de Andrade e Stanley Carvalho (Blumenau/SC), Carina Trombim (Curitiba/PR), Henrique Bianchini (São Paulo/SP) e Sandra Nunes (Florianópolis/SC) irão ministrar oficinas nos dias 19 e 20 de outubro. Dança Contemporânea, Danças Urbanas, Shines Salsa, Ballet Clássico e Dança Improvisação são temas a serem abordados.

Além de Ana Botafogo, o evento terá palestras com profissionais como: Bia Mattar, de Balneário Camboriú/SC; Marco Aurélio Souza, de Blumenau/SC; além do espetáculo “Narrativas em dois corpos”, com Diana Gilardenghi e Sandra Meyer de Florianópolis/SC

O 19º Unesc em Dança conta com o patrocínio de: Lei de Incentivo à Cultura, Bistek Supermercados, Anjo Tintas, Giassi Supermercados, Tintas Farben, Construtora Locks, Betha Sistemas e TWA. Nessa edição ainda conta com o apoio cultural da Rádio Som Maior e do Jornal A Tribuna.

Saiba mais

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 13 de setembro de 2018 às 14:14
Compartilhar Comente (1)