AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Professora da Unesc é contemplada pelo Prêmio de Reconhecimento por Trajetória Cultural Aldir Blanc Santa Catarina

Professora da Unesc é contemplada pelo Prêmio de Reconhecimento por Trajetória Cultural Aldir Blanc Santa Catarina
Honraria foi concedida para Amalhene Baesso Reddig pela Fundação Catarinense de Cultura (Foto: Arquivo) Mais imagens

A professora da Unesc e coordenadora do Setor Arte e Cultura, Amalhene Baesso Reddig, teve o seu trabalho reconhecido e premiação estadual. Ela foi contemplada pelo Prêmio de Reconhecimento por Trajetória Cultural Aldir Blanc Santa Catarina, realizada pela Fundação Catarinense de Cultura, com recursos provenientes da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

O prêmio tem como objetivo valorizar a trajetória dos trabalhadores da cultura, artistas, artífices, mestres, grupos, coletivos, instituições artísticas e culturais e pontos de cultura, entre outros entes atuantes no território catarinense que tenham prestado significativa contribuição ao desenvolvimento artístico e cultural do Estado.

O Prêmio de Reconhecimento por Trajetória Cultural Aldir Blanc recebeu inscrições em todas as 20 categorias propostas, com candidatos de 118 municípios catarinenses. O valor final a ser distribuído é de R$ 13.150.000,00 para 703 premiados.

Sobre Amalhene Baesso Reddig

Graduada em Pedagogia e Artes Visuais, Amalhene é especialista em Fundamentos da Educação e mestre em Educação. Além de atuar como docente na Unesc, Amalhene é coordenadora do Setor de Arte e Cultura e do Museu da Infância. Avaliadora na seleção de projetos culturais, é pesquisadora no Grupo de Pesquisa em Arte (GPA) e no Grupo de Pesquisa em História e Memória da Educação (Grupehme), articuladora do Grupo de Estudos em Museus e produtora e gestora cultural. Entre os anos de 2013 e 2015, presidiu o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Criciúma (Comccri).

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

23 de dezembro de 2020 às 11:44
Compartilhar Comente

Projeto Quintas Culturais da Unesc é aprovado no edital da Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc de Criciúma

Projeto Quintas Culturais da Unesc é aprovado no edital da Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc de Criciúma
Idealizada em meio a pandemia, proposta é incentivar artistas e contribuir para o enfrentamento à pandemia com arte e cultura (Foto: ArquivoUnesc) Mais imagens

O tradicional projeto Quintas Culturais da Unesc foi aprovado no edital da Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc de Criciúma, de 29 de junho de 2020. A iniciativa, vinculada ao Setor de Arte e Cultura, abre as portas da Universidade para artistas da região desde 2009, já tendo recebido mais de 300 apresentações. A lista dos contemplados foi divulgada na última semana pela FCC (Fundação Cultural de Criciúma).

O objetivo da Lei foi incentivar artistas, sem atividades devido a pandemia, com um recurso emergencial e, por consequência, colaborar para o enfrentamento da pandemia por meio da arte e da cultura. “É muito importante que a mobilização da área cultural não acabe, que continuemos lutando por políticas públicas para o setor. Cada município se organizou para receber os recursos federais e Criciúma teve mais de R$ 1 milhão para aplicar”, explicou a coordenadora do Setor de Arte e Cultura, Amalhene Baesso Reddig, a Lenita.

Com a aprovação, o espaço do Quintas Culturais será redesenhado. O palco localizado no hall dos blocos XXI receberá iluminação cênica, manutenção de equipamentos de sonorização e substituição do fundo do cenário, que terá a identidade visual do projeto cultural. Como contrapartida social, a proposta será a adaptação de uma rampa de acesso, para pessoas com mobilidade reduzida e pessoas em cadeiras de rodas, buscando uma maior democratização ao acesso de artistas.  “A proposta inclui também uma ação de difusão cultural, abrindo inscrições para artistas criciumenses nas linguagens da música, dança, teatro, poesia, performance, artes visuais e muito mais. A oportunidade será para os não contemplados pelo edital. A seleção dos dez participantes será via regulamento, propondo cachê cultural aos artistas locais”, explicou.

Para a professora da Unesc e integrante do comitê gestor da Lei Aldir Blanc em Criciúma, Daniele Zacarão, o resultado deste processo é fruto do trabalho a muitas mãos. “Realizado por voluntários e servidores públicos que não mediram esforços na reflexão, discussão, solidez e lisura deste processo. Esperamos que os aprendizados suscitados pela aplicação da Lei Aldir Blanc possam desenvolver a gestão cultural pública e privada, e também ampliar e aprimorar os mecanismos de incentivo. Afinal, cultura é um direito de todas as pessoas", pontuou.

Não foi preciso a aprovação no edital para que a arte e a cultura pulsassem na Unesc. Durante os momentos mais alarmantes da pandemia e do isolamento social, todas as quintas, foram propostas lives, incluindo esclarecimentos sobre a Lei Aldir Blanc, para que outros artistas pudessem se inscrever, e capacitação para a escrita de projetos em editais. 


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

15 de dezembro de 2020 às 13:56
Compartilhar Comente

Cia de Dança Unesc promove debate sobre cultura, dança e saúde

Cia de Dança Unesc promove debate sobre cultura, dança e saúde
Evento virtual contou com apresentações de dança e participações especiais de convidadas ao debate (Foto: Reprodução) Mais imagens

Um bate-papo com direito a excelentes trocas de experiências e afetos. Assim foi o evento virtual protagonizado pela Cia de Dança Unesc, na noite desta quinta-feira (8/10). Por meio de transmissão no canal da Unesc TV, o grupo reuniu quatro profissionais com diferentes olhares sobre a dança para a discussão da temática “Cultura, dança e saúde: reflexões em tempos de pandemia”, no evento que ganhou o título de “Solos y Juntos”.

O evento da noite, apresentado pela jornalista Janine Limas e mediado pela professora da Cia de Dança, Viviane Candiotto, contou ainda com pitadas de arte ao vivo com apresentações de dançarinos da Cia no palco do Auditório Ruy Hülse, na Unesc, e transmitidas em vídeo no evento.

Trazendo suas visões acerca da dança sob o viés da Educação, da Cultura e até da Medicina, as convidadas Ritele Hernandes da Silva, Luciana Gomes Alves, Carmen Anita Hoffmann e Amalhene Baesso Reddig, coordenadora do Setor de Arte e Cultura da Unesc, compartilharam vivências em torno da temática e puderam trocar ideias entre si.

A oportunidade para a diretora de Cultura, Extensão e Ações Comunitárias da Universidade, Fernanda Sônego, deixou o “gosto de quero mais”. “É sempre tão gostoso estar nesses ambientes, mesmo que de forma virtual, não tem como não se emocionar. A gente percebe que todo o trabalho desenvolvido é feito com muito amor então isso arrepia e faz um bem danado. Com certeza a gente sai daqui diferentes e melhores como seres humanos”, destacou.

O debate e as apresentações podem ser conferidos a qualquer tempo no link da transmissão no canal da Unesc TV no YouTube. 

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

08 de outubro de 2020 às 22:12
Compartilhar Comente

Estudantes do curso de Artes Visuais participam de experiência cultural mediada

Estudantes do curso de Artes Visuais participam de experiência cultural mediada
Oportunidade também aconteceu no formato online para aqueles que não puderam vir à Universidade (Fotos: Arte e Cultura Unesc) Mais imagens

Um dia para vivenciar a arte e se reencantar com obras expostas na Unesc. Assim foi a terça-feira (29/9) da turma da disciplina Arte Catarinense, do Curso de Artes Visuais da Universidade. Conduzidos pela Professora Daniele Zacarão, os estudantes visitaram à exposição Reminiscências Poéticas, de José Carlos da Rocha, em uma experiência acompanhada pela mediadora cultural Alice Meis, do Setor de Arte e Cultura da Instituição. Além da ida ao espaço físico, também foi realizada uma transmissão ao vivo, via google meet, com os demais alunos que não conseguem ir a aula presencial.

Conforme Daniele, as exposições de arte são importantes espaços de formação para o curso de Artes Visuais, um dos motivos para o momento especial. “Estávamos com saudades de ter um contato mais próximo com a produção dos artistas. Foi uma experiência revigorante. A mediação foi envolvente, atendendo o espaço físico e virtual. Todos puderam compartilhar suas percepções. Reminiscências Poéticas é um trabalho que nos toca, nos sensibiliza e nos transforma. As produções artísticas narram a experiência de crescer em uma cidade carbonífera. São reminiscências do artista que se misturam com as nossas próprias memórias. Lindo e inspirador”, evidenciou.  

Mediadora, Alice também deu destaque a oportunidade de vivenciar a arte em um contato mais próximo. “Foi encantador ver e ouvir dos alunos a felicidade de estarem de volta a Unesc e ao espaço expositivo.”, contou. A exposição está aberta para visitação até dia 24 de outubro no Espaço Cultural Unesc Toque de Arte, localizado no Bloco Administrativo. Também existe a possibilidade de mediação virtual, com agendamento prévio, e um material de suporte foi construído para que professores possam utilizar em suas aulas como o conteúdo educativo online:

·         Documento com informações da exposição, artista, obras, espaço cultural e sugestão de ação educativa

·         Vídeo do processo de montagem da exposição

·         Vídeo da exposição, com plano geral e detalhes das obras, depoimento do artista, mediadora cultural e coordenadora do Setor Arte e Cultura Unesc 

·         Vídeo da abertura da exposição e diálogo com o artista

Espaço Cultural Unesc Toque de Arte completa 20 anos

Reminiscências Poéticas é a exposição número 129 do Espaço. O trabalho  foi aprovada no edital número 076/2020, com a temática “Criciúma 140 anos de História, Patrimônio e Poéticas Urbanas”, e pertence ao Projeto Exposições Temporárias do Espaço Cultural "Toque de Arte" Unesc, contemplado pelo edital Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura e Artes - Edição 2019, uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da FCC (Fundação Catarinense de Cultura). 

Toque de Arte tem como objetivo incentivar a produção e a difusão da cultura, oportunizando o intercâmbio de conhecimentos entre a Universidade e a comunidade e contribuindo para o Acervo Artístico e Cultural da Unesc. “O campus é sempre um convite a apreciação. Viver a Unesc também passa por frequentar as exposições do Espaço Cultural, que há vinte anos se propõe a diálogos com a cultura, a arte e o público”, frisou Amalhene Baesso Reddig, coordenadora do Setor Arte e Cultura.


Estas duas décadas de existência foram acompanhadas de manifestações artísticas como performance, música, dança e lançamento de livros.  “Nossa formação cultural tem a ver com o que acessamos cotidianamente e isso nos nutre esteticamente, ampliando nossa capacidade de reflexão e convívio social”, completou Amalhene.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

01 de outubro de 2020 às 14:04
Compartilhar Comente

Espaço Cultural Toque de Arte abre exposição “Reminiscências Poéticas”

Espaço Cultural Toque de Arte abre exposição “Reminiscências Poéticas”
Obras do artista José Carlos da Rocha ficarão em evidência no hall do Bloco Administrativo até 24 de outubro (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Foi aberta de forma oficial, na noite desta terça-feira (15/9), a 129ª exposição do Espaço Cultural Unesc “Toque de Arte”. Realizada por meio de transmissão virtual, a abertura da exposição “Reminiscências Poéticas”, do artista José Carlos da Rocha contou com um bate papo entre profissionais da área. As obras ficarão expostas na Instituição até o dia 24 de outubro e de forma virtual por tempo indeterminado.

Composta por imagens e objetos dispostos no hall do Bloco Administrativo da Universidade, a exposição foi aprovada no Edital N. 076/2020 com a temática: “Criciúma 140 anos de História, Patrimônio e Poéticas Urbanas”. Ela pertence ao Projeto Exposições Temporárias do Espaço Cultural "Toque de Arte" UNESC contemplado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura / Artes – Edição 2019.

A curadoria das obras expostas foi feita por Amalhene Baesso Reddig, Ana Zavadil e Daniele Zacarão, tendo como mediadora cultural a profissional Alice Meis. Além das curadoras, da mediadora e do artista responsável pelas obras, a mesa de honra da abertura virtual da exposição foi composta ainda pela diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego.

A oportunidade de estar entre os artistas que fazem parte da história do Espaço Cultural Toque de Arte, em especial no momento em que este celebra os 20 anos, para José, significa uma honra. Conforme ele, as obras retratam trechos da sua infância vivida em Criciúma. “Esse trabalho surgiu pelo desejo de voltar ao mundo das artes e resgatar minhas lembranças afetivas. Essa foi a maneira encontrada para me expressar e ressignificar esses momentos. É um prazer compartilhar esse processo artístico. Espero que apreciem sem moderação”, destacou na abertura realizada na noite desta terça-feira.

Além de permanecer exposta para contemplação de quem passar pelo campus da Unesc, a exposição poderá ser conferida também por meio de dois vídeos preparados pelo Setor de Arte e Cultura em parceria com a Unesc TV e disponíveis no YouTube no canal Cultura Unesc. O Setor preparou ainda materiais educativos para distribuição em escolas, já que não serão realizadas as tradicionais visitações das turmas à exposição diante da situação pandêmica.

Conforme Amalhene, todos precisaram se adaptar de forma urgente e o setor de Cultura não é diferente, pois precisou de um grande empenho para colocar em prática o projeto em formatos diferenciados. “Invertemos todo o processo para que isso fosse possível. Com todo o cuidado e com toda a expertise da TV Unesc levaremos a exposição para a casa das pessoas e chegaremos até as escolas para que muitas outras pessoas possam acessar a exposição incrível e radiante do José”, destacou a coordenadora do Setor de Arte e Cultura.

A abertura virtual da exposição, transmitida pela Unesc TV no YouTube, pode ser assistida aqui:

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

15 de setembro de 2020 às 21:05
Compartilhar Comente