AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Núcleo de Empreendedorismo possibilita aprendizado e compartilhamento de saberes de forma online e gratuita

Núcleo de Empreendedorismo possibilita aprendizado e compartilhamento de saberes de forma online e gratuita
Profissionais de quaisquer áreas podem contribuir com a iniciativa (Foto: Divulgação) Mais imagens

Em tempos de urgência do cuidado com todos, ficar em casa não precisa ser sinônimo de deixar de buscar conhecimento. A tecnologia está aí e é uma importante aliada neste cenário. Por isso, o Núcleo de Empreendedorismo da Unesc lançou a sua versão online, e irá disponibilizar para a comunidade, várias de suas ações em alguns cliques.

A primeira delas é o Pipocando Empreendedorismo, que continuará dando espaço para o aprendizado por meio do compartilhamento de saberes. Os encontros que antes ocorriam na Universidade passarão a ser virtuais, com a realização de palestras, workshops e bate-papos no site do Núcleo

O coordenador do Núcleo de Empreendedorismo da Unesc Araranguá, Diogo Morais, explica que o objetivo é proporcionar o acesso ao conhecimento durante o período de isolamento social e oportunizar que pessoas compartilhem suas expertises e contribuam com o aprimoramento profissional e pessoal da comunidade.  “Qualquer pessoa pode ser voluntária e compartilhar o seu conhecimento. Todo o procedimento (que é rápido e não é burocratizado) passa por uma avaliação do Núcleo de Empreendedorismo. É muito importante nesse momento engajarmos as pessoas a partilharem seus saberes”, ressalta.

Os interessados em colaborar, podem encaminhar as propostas para o e-mail diogomorais@unesc.net. Temas como transformação do trabalho, mindeset, novas habilidades que o mercado irá exigir, construção de marcas fortes no momento atual e branding já estão confirmados para as primeiras atividades do Pipocando Empreendedorismo de maneira online, e que devem ocorrer nas próximas semanas.

Segundo Morais, o cronograma com datas e horários das palestras está sendo montado e a intenção é que as formações ocorram em dias diferentes. “Estamos estipulando espaços formativos em duas horas, um bate-papo online com temas de alta relevância.

Cada formação levantará interesse de um público específico, mas iremos deixar todas abertas para a comunidade interna e externa da Unesc”, revela.

A participação no Pipocando Empreendedorismo online valerá horas complementares aos acadêmicos da Universidade.

Milena Nandi – Agência de Comunicação

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

04 de abril de 2020 às 10:00
Compartilhar Comente

Unesc oferece cinco vagas de Mestrado para profissionais que estão atuando no enfrentamento do coronavírus

Unesc oferece cinco vagas de Mestrado para profissionais que estão atuando no enfrentamento do coronavírus
Candidatos devem comprovar vínculo com o SUS (Sistema Único de Saúde) (Fotos: Arquivo) Mais imagens

A Unesc tem uma oportunidade de qualificação para os profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente no enfrentamento do coronavírus. São cinco vagas a nível de Mestrado, oferecidas em caráter excepcional pelo PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva), aos profissionais vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde). As inscrições devem ser feitas até sexta-feira (3/4).

O processo seletivo considera a necessidade de profissionais capacitados na área de saúde coletiva, para enfrentamento dessa situação emergencial na saúde pública, ocasionada pela pandemia.  O candidato deve possuir graduação na área da saúde; ter vínculo de trabalho comprovado com o serviço público, incluindo ao Sistema Único de Saúde nos municípios da região Sul de Santa Catarina; apresentar uma declaração do responsável pelo serviço de saúde que ateste sua atuação frente à pandemia e não ser acadêmico do quadro de mestrandos do PPGSCol.

Inscrições


A ficha de inscrição deve ser solicitada e posteriormente entregue junto aos documentos necessários, no e-mail ppgscol@unesc.net. São necessários:

  1. Cópia digitalizada da Certidão de Nascimento ou Casamento;
  2. Cópia digitalizada do documento de identidade e do CPF; 
  3. Cópia digitalizada autenticada do Diploma de Graduação em cursos na área da saúde, que poderá ser substituído por uma declaração de conclusão de graduação em cursos na área, emitida pela Instituição;
  4. Currículo Vitae modelo Lattes do CNPq, que pode ser encontrado na plataforma Lattes no endereço www.cnpq.br;
  5. Comprovante de pagamento da taxa de inscrição;
  6. Memorial Descritivo: apresentação da experiência acadêmica e profissional (conforme modelo - Anexo II); 


Para graduação cursada em instituição de ensino estrangeira é necessário a autenticação consular da Embaixada do Brasil no país em que foi expedido o documento, cabendo ainda ao candidato anexar ao processo da inscrição a declaração na qual se responsabiliza pela veracidade da documentação apresentada.

Após a inscrição, o candidato será submetido a uma análise de trajetória acadêmica e profissional e uma entrevistas. Informações sobre as próximas etapas e suas datas estão disponíveis no edital. Clique aqui.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

02 de abril de 2020 às 16:59
Compartilhar Comente

Criciúma Esporte Clube e Unesc se unem em campanha solidária

Criciúma Esporte Clube e Unesc se unem em campanha solidária
Curso de Farmácia produzirá álcool em gel entregue em troca de cestas básicas para famílias financeiramente carentes (Foto: Divulgação) Mais imagens

Desde a chegada do Covid-19 no Sul de Santa Catarina, muitas ações estão norteando as instituições para diminuir o impacto causado pela pandemia, seja ele social, de saúde ou econômico. Desta vez, o Criciúma Esporte Clube se uniu à Unesc, para promover a campanha “Alma, Garra e Doação”, uma grande arrecadação de cestas básicas para que neste momento de isolamento social, as famílias menos dotadas de recursos possam ter acesso à alimentação em suas casas e possam continuar em isolamento, respeitando as orientações das autoridades.

A ação, que tem apoio do 28 GAC e da Cruz Vermelha, inicia no dia 6 de abril. As arrecadações ocorrerão no estacionamento do Clube e quem realizar a doação poderá  receber um frasco de álcool gel, produzido pelo curso de Farmácia da Unesc, dentro das possibilidades e demanda. “Considerando o momento atual, estamos fazendo jus ao nosso papel na sociedade e fomos buscar outra grande instituição comunitária para a ação, que é a Unesc. É hora de unir forças e não medir esforços”, comenta o presidente do Clube, Jaime Dal Farra.

O Tigre já colocou à disposição da prefeitura de Criciúma, o seu Centro de Treinamento, além de realizar a doação de mais de 5 mil litros de álcool para as prefeituras de Criciúma e Siderópolis, ação também realizada pela Unesc, que continua com a produção do líquido para distribuição à famílias carentes da região. “Esta será mais uma ação do Criciúma Esporte Clube no intuito de cumprir seu papel social neste momento de grande dor e crise, que tende a ficar cada dia pior se não fizermos cada um a sua parte”, complementa o diretor de Operações Comerciais e Marketing, Julio Remor.

Já a Unesc, desde o decreto de isolamento, vem desenvolvendo ações junto à comunidade como fabricação de máscaras para agentes de saúde; serviço de teletriagem referenciada, um sistema de atendimento médico via Whatsapp para evitar o acúmulo de pessoas nos postos de atendimento; distribuição de álcool gel; vacinação contra H1N1 em drive thru; atendimento psicológico por telefone, entre outras. Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, a Universidade é, e sempre será parceria de ações que visam o bem da comunidade e momentos como o atual requerem, mais que nunca, a união de forças.

O Clube necessita de voluntários para ajudar na divulgação do projeto, na arrecadação das cestas básicas, no armazenamento e na destinação. Todo o material entregue será entregue à Cruz Vermelha é à equipe multi-institucional para distribuição conforme cadastro já preexistente. Informações de como ajudar, doar e divulgar, serão divulgadas em breve.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

02 de abril de 2020 às 10:47
Compartilhar Comente

Covid-19: como os condomínios devem se organizar para prevenção e bem-estar de seus moradores?

Covid-19: como os condomínios devem se organizar para prevenção e bem-estar de seus moradores?
Professor de Direito da Unesc, Fabrizio Guinzani, orienta sobre as principais dúvidas entre síndicos e moradores de condomínios (Foto: Reprodução) Mais imagens

A rotina de todo o mundo, literalmente, está passando por transformações por conta da pandemia Covid-19. Empresas e comércios fechados, escolas com atividades paralisadas e muito home offfice. Desta forma famílias inteiras estão permanecendo em casa no período de quarentena e isso muda também a dinâmica dos moradores de condomínios. Questões como higiene dos locais de uso comum, atividades de funcionários ou terceirizados e até as regras voltadas ao controle de ruídos nos apartamentos podem vir à tona. Pensando em sanar algumas dessas dúvidas o professor de Direito da Unesc, Fabrizio Guinzani, traz algumas informações e dicas importantes.

No combate ao coronavírus uma das questões cruciais que precisam ser atentadas em locais como condomínios em que inevitavelmente transitam diversas pessoas é, claro, a higiene. Nos locais em que há um funcionário contratado ou terceirizado para fazer a higiene dos espaços, conforme Fabrizio, é dever do condomínio oferecer todos os Equipamentos de Proteção Individual necessários para este trabalho, como máscara, luvas e álcool. “Caso não haja uma pessoa contratada para isso, os próprios moradores devem se organizar para fazer essa higienização”, salienta.

As áreas comuns com espaço fechado, de acordo com o advogado, devem ficar fechadas para evitar contágio. Já nos locais abertos é possível que os condôminos façam uma organização afim de utilizar os espaços de forma individual e que cada um, ao finalizar uso, faça a higienização.

Já com relação ao barulho nos apartamentos ao longo de tantos dias em casa, em especial quando se trata de crianças, o jeito é usar o bom senso já que muitas pessoas estão em home office. “Temos regras do Código Civil e de Direito de Vizinhança que o síndico tem o dever de fiscalizar seu atendimento. Já os condôminos têm também o dever de zelar pela saúde e bem-estar dos vizinhos”, comenta.

Confira abaixo o vídeo completo preparado pela Unesc TV com mais explicações do professor:

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

02 de abril de 2020 às 08:01
Compartilhar Comente

Acolher Unesc Covid-19: Universidade inicia atendimento psicológico online de forma gratuita

Acolher Unesc Covid-19: Universidade inicia atendimento psicológico online de forma gratuita
Programa Acolher Unesc Covid-19 oferecerá acolhimento emocional com 36 profissionais da Universidade (Foto: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Com a finalidade de oferecer acolhimento e apoio psicológico para as pessoas em situação de sofrimento psíquico por conta do isolamento social, inicia suas atividades nesta terça-feira (1/4) o Programa Acolher Unesc Covid-19. Essa será mais uma ação da Universidade, que coloca sua equipe à disposição da comunidade unindo esforços ao combate à pandemia que o mundo enfrenta.

Estarão disponíveis, no total, 36 psicólogos vinculados ao curso de Psicologia, ao programa de mestrado em Saúde Coletiva, ao programa de Residência em Saúde Coletiva e ao Acolher Unesc, ação lançada em 2019 como foco no atendimento aos estudantes e, diante do cenário atual, ampliado em novo formato para toda a comunidade

Conforme a coordenadora do Programa, Graziela Amboni, o Acolher Unesc Covid-19 irá oferecer acolhimento e alívio da angústia, assim como encorajar ao indivíduo para que lide com a situação da melhor forma possível.

De acordo com a professora, fatores como isolamento social e impedimento de trabalhar geram angústia e sofrimento que precisam ser enfrentados de forma adequada. “Este sofrimento pode se agravar se não for trabalhado corretamente, e para isso podemos contar com profissionais que zelam pelo cuidado da saúde mental”, destaca.

Para a reitora Luciane Bisognin Ceretta, essa é mais uma contribuição que faz parte do papel da Instituição “Por ser uma grande Universidade a Unesc apresenta a ciência, a pesquisa e os seus serviços de excelência já comprovados para a comunidade externa neste momento de tamanha necessidade. Esse é o papel de uma Universidade, de fato, da comunidade. Estamos certos de nossas contribuições nesse momento diverso. Este programa é para todas as pessoas de todos os municípios”, acrescenta.

Com a manutenção da necessidade de isolamento social, medida de extrema importância para evitar o contágio da doença, o atendimento será feito, é claro, de forma virtual, pelo Whatsapp. O serviço estará disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, pelo contato (48) 99644-1887.

Para solicitar o atendimento de escuta psicológica qualificada, o usuário do serviço deve enviar uma mensagem de texto na ferramenta Whatsapp, dizendo “Oi” e escolhendo, em seguida, a opção 5.

Todos os profissionais da Universidade envolvidos no projeto são cadastrados junto ao Conselho Regional de Psicologia.  Os atendimentos são gratuitos e garantem o sigilo e as normas éticas de atendimento online. Caso seja necessário realizar encaminhamentos para outros serviços de saúde, conforme Graziela, tal circunstância se dará de acordo com a rede de atenção em saúde mental do município.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

01 de abril de 2020 às 12:59
Compartilhar Comente